29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Urgente! - 07/08/2023, 18:51 - Cássio Moreira- Atualizado em 07/08/2023, 20:13

Eita! Rui Costa pode largar Brasília e disputar prefeitura de Salvador

Cabeça da Casa Civil volta a ter nome defendido nos bastidores

Ministro volta a ser ventilado para disputar a prefeitura
Ministro volta a ser ventilado para disputar a prefeitura |  Foto: Raphael Muller/Ag. A TARDE

O nome do ministro-chefe da Casa Civil do governo Lula (PT), Rui Costa (PT), voltou ao radar dos petistas mais apaixonados para disputar a prefeitura de Salvador nas eleições de 2024. A informação, que já foi divulgada nos últimos dias por alguns portais, foi confirmada pelo Portal MASSA!.

Leia mais:

CPI do MST aperta e aprova convocação de Rui

Bruno Reis minimiza possível ‘fight’ com Rui em 2024; confira

A possibilidade, entretanto, não é unanimidade dentro do PT. Uma das fontes ouvidas pela reportagem aponta ter preferência por outros nomes do partido e afirma que o foco de Rui, que governou a Bahia por oito anos, deve ser manter voos altos na capital federal (o ministro é cotado para concorrer ao Planalto em 2026). O mesmo acredita, apesar de não ser um apoiador da possível candidatura, que o antecessor de Jero é um nome forte e pode conquistar a prefeitura, mesmo em uma eleição apertada contra o prefeito Bruno Reis (União Brasil), hoje tido como favorito para a reeleição.

Aliados acreditam que o ‘peso Lula’, a máquina federal e o governador Jerônimo Rodrigues (PT), além da alta popularidade da gestão (Rui foi reeleito com a maior votação da história da Bahia), podem ajudar o cardeal petista em uma eventual eleição.


Rui, que já descartou algumas vezes a candidatura a prefeito, trabalha para fazer do presidente da Conder, Zé Trindade (PSB), o nome do grupo governista estadual para a prefeitura de Salvador. O vice-governador Geraldo Júnior (MDB), o deputado estadual Robinson Almeida (PT) e a presidente da Funarte, Maria Marighella (PT), também são avaliados pelo grupo.

exclamção leia também