30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

de novo? - 30/06/2023, 15:19 - Bruno Dias

CBF enrola novamente o prazo para anunciar novo treinador da Seleção

Presidente da confederação não irá se pronunciar nesta sexta-feira (30), como havia confirmado

Ednaldo havia dito que uma manifestação em relação ao novo treinador seria realizada nesta sexta (30)
Ednaldo havia dito que uma manifestação em relação ao novo treinador seria realizada nesta sexta (30) |  Foto: Divulgação CBF

Apesar de já ter um acordo realizado com o treinador Carlo Ancelotti para o ano de 2024, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até o presente momento ainda não fez um posicionamento oficial em relação ao novo treinador da Seleção Brasileira. O presidente da Confederação, Ednaldo Rodrigues, havia anunciado anteriormente, no dia 13, que ao fim deste mês de junho haveria uma definição em relação a situação do novo comandante da amarelinha. Porém, com a chegada desta sexta-feira (30), a entidade enrolou mais uma vez o prazo para fazer o pronunciamento.

Ednaldo segue realizando uma série de compromissos em sua agenda, como uma reunião marcada com uma comitiva da Fifa, além de uma viagem à Brasília para acompanhar a Seleção Brasileira feminina. Estes fatores levaram o comandante da CBF a fazer mais um adiamento da sua manifestação sobre o possível novo técnico, se será interino ou não.

A organização brasileira já prorrogou o prazo para realizar a declaração cinco vezes no total, começando no pós-Copa, quando o Brasil sofreu a eliminação para a Croácia nos pênaltis, e desde então vem adiando cada vez mais a data para definir de vez o futuro do comando técnico do Brasil.

Confira as datas

- No dia 17 de novembro, após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo, a entidade afirmou que o anúncio seria realizado em Janeiro;

- Em 17 de janeiro, quando Tite assinou a clausula para sair do comando da amarelinha, Ednaldo disse que em março teria um ultimato, sem a necessidade de ter um treinador interino;

- No dia 25 de abril, já com Ramon Menezes no comando temporário, o presidente da CBF, já durante a novela Ancelotti, estipulou que esperaria até 25 de maio para receber uma resposta do treinador;

- Em 5 de maio, o governador da Confederação prorrogou a espera pelo italiano até o dia 10 de junho, que seria o fim da última temporada europeia;

- Após o fim da temporada, Ednaldo iniciou conversas com Carlo Ancelotti para contar com seus serviços, e apesar de estarem otimistas quanto a resposta, ele contou que ainda faltava organizar alguns trâmites para oficializar o pronunciamento sobre o treinador. Por fim, estipulou um prazo até o dia 30 de junho para falar sobre o assunto;

- Hoje, sexta-feira, dia 30 de junho, nenhum pronunciamento será feito, e a expectativa é de que novos indícios sejam realizados na próxima semana.

exclamção leia também