29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

deram explicação - 22/11/2023, 14:09 - Da Redação

Apesar da pancadaria, CBF larga que clássico foi planejado com cuidado

Brasil x Argentina foi marcado por uma vasta confusão entre torcedores rivais

CBF afirma que partida entre Brasil e Argentina foi organizada com cuidado
CBF afirma que partida entre Brasil e Argentina foi organizada com cuidado |  Foto: CARL DE SOUZA / AFP

Diante das cenas lamentáveis que tomaram conta das arquibancadas do Maracanã antes do duelo entre Brasil e Argentina, na última terça (21), a CBF decidiu se manifestar sobre o acontecido. Em nota divulgada nesta quarta (22), a entidade afirmou ter planejado a partida em conjunto com a Polícia Militar, de forma "cuidadosa e estratégica".

"Os planos de ação e segurança foram aprovados sem qualquer ressalva ou recomendação pelas autoridades de segurança pública presentes (Polícia Militar RJ, SEPOL, Ministério Público, Juizado do Torcedor, Guarda Municipal, CET-RIO, Subprefeitura, Concessionária Maracanã, SEOP, etc.), dentre as quais a Polícia Militar do RJ, na primeira reunião realizada na sede da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), no dia 16 de novembro de 2023, às 11:00h. Além dos planos de ação e segurança, os participantes da reunião trataram também de toda a montagem da operação da partida, contando com a participação de todas as partes diretamente envolvidas e responsáveis pela organização da partida e autoridades públicas", esclareceu a federação.

Na reunião antes do jogo, a entidade assegura que o plano operacional seguiu o mesmo processo dos planos de ação e segurança, com a presença da Conmebol, responsável pelas Eliminatórias. "Na segunda (20), o plano operacional para o jogo foi igualmente aprovado sem qualquer ressalva ou recomendação na reunião realizada no Estádio Maracanã, com a presença da CBF, representantes da CONMEBOL, da Polícia Militar RJ, das empresas responsáveis pela operação do Maracanã, e que operam mais de 70 jogos no estádio por ano, e outras autoridades públicas".

Treta ocorreu antes do apito inicial da partida
Treta ocorreu antes do apito inicial da partida | Foto: CARL DE SOUZA / AFP

Manifestação das autoridades

Outra que também se manifestou foi a Polícia Militar, explicando as motivações da ação dos agentes no momento da confusão. Além de ressaltar a união das torcidas rivais, sem nenhuma separação e destacam os presos na ocorrência.

"Cabe ressaltar que não havia divisão entre torcidas nos setores do Estádio do Maracanã, por conta da venda de ingressos sem distinção entre as torcidas, o que foi definido pela organização do evento. Os agentes do BEPE atuam nos casos em que a situação não é prontamente controlada pela equipe de segurança particular, de acordo com protocolos estabelecidos pela organização da competição", informou o comunicado.

Leia mais:

Código de Disciplina da Fifa 'culpa' CBF por briga no Maracanã; veja

Messi larga o doce sobre confusão no Maracanã: "não pode ser tolerado"

Na bronca com a Seleção, Galvão desabafa e detona CBF: "Tudo errado"

A CBF defendeu a proximidade entre torcedores argentinos e brasileiros no estádio, destacando que o modelo de torcida mista já é conhecido pela Polícia Militar do RJ e outras autoridades. A entidade também argumentou que esse é o "padrão em competições da Fifa e Conmebol", mencionando o exemplo seguro da semifinal da Copa América de 2019 entre Brasil e Argentina.

"Todo o plano de ação e segurança foi elaborado e dimensionado já considerando classificação do jogo como vermelha e com a presença de torcida mista, tanto que atuaram na segurança da partida 1050 vigilantes privados e mais de 700 policiais militares da Polícia Militar RJ Portanto, a CBF reafirma que foram cumpridos rigorosamente o plano de ação, de segurança e operação da partida, tal qual foram aprovados pela Polícia Militar RJ e demais autoridades", seguiu a nota divulgada.

Por fim, as autoridades afirmam que só deram uma recomendação à CBF durante o planejamento da partida, que era de evitar a disponibilização total de ingressos por celular, como na final da Copa Libertadores de 2023. Além disso, solicitaram que, neste ano, os torcedores mostrem evidências físicas (como um tíquete de papel ou cartão de sócio) ao se aproximar das catracas do Estádio Maracanã para evitar invasões de quem não tem ingresso.

exclamção leia também