28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

O bicho tá pegando! - 18/08/2023, 12:00 - Vinicius Viana

Relembre casos chocantes de influencers assassinados na Bahia

Blogger morto em bairro nobre e influencer assassinado na comunidade chocaram os internautas

Influenciadores são assassinados na Bahia
Influenciadores são assassinados na Bahia |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

A blogueira Yanca Lorrane, de 27 anos, executada na madrugada desta sexta-feira (18), em Salvador, não é a primeira criadora de conteúdo a ser brutamente morta a tiros na Bahia. Diante desse cenário, o Portal MASSA! relembra agora casos chocantes de influenciadores assassinados, que repercutiram em todo o Brasil.

Influencer foi assassinado em bairro nobre de Salvador
Influencer foi assassinado em bairro nobre de Salvador | Foto: Reprodução/Redes Sociais

No mês passado, o rifeiro e influencer Alan Oliveira, de 31 anos, mais conhecido como Alan Celulares, foi assassinado a tiros em um edifício comercial no Caminho das Árvores, bairro de alto padrão. Ele era dono de duas lojas de celulares, uma em Salvador e outra Feira de Santana, nas quais eram vendidos aparelhos novos e usados da marca da 'maça'. Na web, o empresário exibia um estilo de vida luxuoso na web e realizava promoções para os mais de 220 mil seguidores.

Criador de conteúdo foi morto dentro de casa em comunidade
Criador de conteúdo foi morto dentro de casa em comunidade | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em maio deste ano, Antônio de Amorim Assis Filho, 37 anos, conhecido como Anthony Amorim, foi assassinado a tiros, dentro da própria casa, no bairro da Boa Vista de São Caetano. Ele, que havia morado na Europa e tinha voltado a Salvador há um ano, era seguido por mais de 60 mil pessoas no Instagram.

Casal foi morto dentro de condomínio de luxo
Casal foi morto dentro de condomínio de luxo | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em dezembro do ano passado, o casal de rifeiros Rodrigo da Silva Santos, 33 anos, e Hynara Santa Rosa da Silva, de 39, conhecido como DG e Naroka Rifas, foram executados a tiros na região da cabeça e peito dentro de um condomínio de luxo em Barra de Jacuípe, em Camaçari. Nas redes sociais, os rifeiros acumulava mais de 100 mil seguidores e compartilhavam uma vida de luxo, com direito a viagens e festas.

exclamção leia também