28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

CPF cancelado - 05/01/2024, 11:43 - Da Redação - Atualizado em 05/01/2024, 12:15

Polícia manda 'pra vala' traficante suspeito de atirar em soldado a PM

Criminoso foi localizado na manhã desta sexta-feira (5), em Vilas em Abrantes

Soldado Guilherme Alves Pinheiro foi morto por criminosos no IAPI
Soldado Guilherme Alves Pinheiro foi morto por criminosos no IAPI |  Foto: Reprodução | Redes sociais

Um traficante suspeito de atirar contra o soldado da PM Guilherme Alves Pinheiro, assassinado na última terça-feira (2), no bairro do IAPI, morreu na manhã desta sexta-feira (5), durante confronto com a polícia.

Leia mais:

Policial militar morre durante intenso tiroteio em bairro de Salvador

Família, carismático e alegre: saiba quem era o soldado Guilherme

Ao combate! Forças de segurança garantem batalha após morte do soldado

PM morto por criminosos no IAPI estava na corporação há um ano

Conforme informado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), o suspeito foi localizado durante uma ação conjunta das Polícias Militar e Civil, Vilas em Abrantes, município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Ainda segundo a SSP, o traficante, apontado omo integrante de uma facção, com atuação no bairro do IAPI, em Salvador, foi avistado e na tentativa de prisão reagiu atirando. As equipes revidaram, ele foi atingido e não resistiu. Na ação, um policial militar foi ferido por estilhaços.

Com o traficante foram apreendidos uma pistola calibre 40, carregador e munições. As ações de inteligência continuam sendo realizadas para identificar e prender outros integrantes da organização criminosa.

Relembre o caso

Aos 25 anos de idade, o policial era lotado na 37ª Companhia Independente (CIPM), desde que se formou na turma de 2022.

Antes de ser atingido, ele e outros colegas de farda realizavam rondas na região, quando homens armados iniciaram a pesada trocação, onde um tiro atingiu a região da cabeça da vítima.

exclamção leia também