29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

ABRIU O JOGO - 20/11/2023, 20:28 - Da Redação

Mulher que teve o rosto desfigurado por companheiro solta o verbo

Vítima foi enforcada e ameaçada dentro do apartamento onde mora

Vítima foi enforcada e ameaçada dentro do apartamento onde mora
Vítima foi enforcada e ameaçada dentro do apartamento onde mora |  Foto: Reprodução/Redes sociais

Vítima de feminicídio neste domingo (19) no Entorno do Distrito Federal, uma mulher gravou um vídeo para detalhar como ocorreu a violência. O detalhe é que o suposto autor seria o próprio companheiro dela. Aos 40 anos de idade, a vítima citou que foi enforcada e ameaçada dentro do apartamento onde mora, na cidade de Valparaíso (GO).

“Acabei de sofrer agressão por parte da pessoa que estava comigo há meses. Ele me bateu, mas a agressão maior não foi o machucado. A agressão maior é aqui [a vítima coloca a mão sobre o peito], porque a gente confia. Essa pessoa conviveu nove meses comigo. Era uma pessoa agressiva, e eu tinha muito medo de mandar ir embora. [Na ocasião] aconteceu uma briga, ele veio para cima de mim, bateu e tentou me matar com uma faca, que os policiais levaram”, detalhou.

Marcas de golpes de facas sobre um colchão foram exibidas pela mulher. “Para eu me defender, peguei um pote de creme e bati na cabeça dele. Foi a maneira que encontrei de me livrar [da violência]”, evidenciou.

Leia mais

Homem aguarda festeiros em evento e executa dupla após ‘reggae’

Golpe do Pix: entenda motivos para Marcelo Castro não ser preso

Point de desova: bairro da Suburbana é palco de crime cruel

Além disso, o homem, que não teve a identidade revelada assim como ela, teria derrubado uma porta. O agressor, de 28 anos de idade, foi preso em flagrante, segundo informações divulgadas pelo portal Metrópoles.

Ao ser visto pelos agentes, o homem não interrompeu as agressões e forçou as equipes a arrombar a porta do imóvel. O agressor foi encaminhado à 1ª Delegacia de Luziânia (GO), localizada no bairro Vila Guará, e autuado por tentativa de feminicídio.

exclamção leia também