30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

agressor - 11/03/2024, 13:32 - Bruno Dias- Atualizado em 11/03/2024, 14:24

Motorista enraivado alega que gordofobia motivou agressão em mulher

Ícaro Vinicius de Jesus está sendo ouvido pelas autoridades nesta segunda-feira (11)

Ícaro Vinicius de Jesus foi até a 13ª Delegacia Territorial (DT/Cajazeiras) e contou a motivação das agressões
Ícaro Vinicius de Jesus foi até a 13ª Delegacia Territorial (DT/Cajazeiras) e contou a motivação das agressões |  Foto: Reprodução

O motorista de aplicativo que expulsou uma passageira do carro com diversos socos, no bairro Cajazeiras XI, em Salvador, no domingo (10), prestou depoimento a polícia nesta segunda-feira (11). Ícaro Vinicius de Jesus foi até a 13ª Delegacia Territorial (DT/Cajazeiras) e contou, para a imprensa, a motivação das agressões.

Segundo ele, a discussão havia iniciado por conta do pagamento da corrida, que seria efetuada por Pix. "Peguei as duas e falei pra quando faltasse dez minutos para chegar ao final da corrida, para elas fazerem o Pix. Quem fez o Pix foi a Isadora que pediu a corrida, nem foi ela. Aí a mulher que estava atrás de mim falou assim: 'Não, tem que pagar só no final. Eu não vou pagar agora'", iniciou Ícaro.

Como resposta, o homem alegou que estava fazendo apenas a parte dele do trabalho e disparou que se a moça continuasse procurando problema ia parar o veículo para que ela descesse. Foi neste momento que ele alegou ter sofrido preconceito e a situação se descontrolou.

"A Isadora falou assim: 'Deixa o rapaz, o rapaz tá trabalhando'. E ela disse: 'Não, não, esse obeso, esse gordo'. E já veio de preconceito comigo. Eu falei: 'A senhora me respeite que eu tô aqui trabalhando'. E ela disse que não ia mudar", alegou ele, dizendo que levaria a mulher para uma delegacia das redondezas de Cajacity.

Leia mais:

Vídeo: influencer flagra motorista socando passageira em Salvador

Passageira que apanhou de motorista de app revela detalhes da agressão

Sangue ruim que matou homem com golpes de marreta cai na cadeia

Com o clima já fervendo e desfavorável, o motorista alegou que Fátima começou a disparar ameaças em direção a ele. "Ela falou que ia falar com os meninos, que os meninos do bairro iam me pegar e que eu ia ver. Eu não sei que menino é esse. Eu não moro aqui", contou.

Ícaro Vinicius de Jesus é motorista de aplicativo e relatou ter sofrido preconceito
Ícaro Vinicius de Jesus é motorista de aplicativo e relatou ter sofrido preconceito | Foto: Reprodução

A discussão foi tomando proporções mais críticas, e Ícaro, já irritado, interrompeu a viagem para que as duas descessem do carro. Foi nesse momento que, de acordo com ele, Fátima sacou uma faca para agredi-lo.

"Eu já tinha parado o carro, já para ela descer, a colega dela desceu e ela não desceu, ficou gritando socorro, socorro, socorro, eu parei de novo e disse para ela descer. Foi no momento que ela veio para pegar uma faca para meter em mim, uma faca de serra. Eu desliguei o carro e saí imediatamente, para ela não me furar com a faca", detalhou ele, que após a ocasião agrediu a mulher com socos.

Em nota ao Portal MASSA!, a Polícia Civil informou que a 13ª Delegacia Territorial (DT/Cajazeiras) investiga a denúncia de lesão corporal registrada na tarde de domingo (10), contra um motorista de transporte por aplicativo. Oitivas e outras diligências serão realizadas para a apuração do caso.

exclamção leia também