29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Após assassinato - 18/08/2023, 15:01 - Da Redação

Lula garante linha dura pra investigar morte de Mãe Bernadete

Ialorixá foi morta a tiros dentro de casa, em Simões Filho

Presidente lamenta morte de Mãe Bernadete
Presidente lamenta morte de Mãe Bernadete |  Foto: Patrícia de Melo Moreira/AFP

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se manifestou, na manhã desta sexta-feira (18), e lamentou o assassinato da ialorixá e líder quilombola Mãe Bernadete, na noite desta quinta (17). O cabeça do Planalto prometeu que os ministérios da Igualdade Racial e Direitos Humanos vão atuar na linha dura para investigar o caso.

Bruno Reis fica na bruxa com morte de Mãe Bernadete e cobra justiça

Líder quilombola de Pitanga dos Palmares é executada na Bahia

Filho de líder quilombola assassinada diz que crime “foi de mando”

Jero determina investigação firme sobre morte de Mãe Bernadete

Silvio de Almeida reage a assassinato de Mãe Bernadete

SSP se pronuncia e repudia execução de Maria Bernadete Pacífico

Comitiva ministerial vem à Bahia após morte de Mãe Bernadete

Mãe Bernadete era ameaçada e estava em programa de proteção

"Não podemos naturalizar a morte do nosso povo negro", brada Hilton

"Com pesar e preocupação soube do assassinato de Mãe Bernadete, liderança quilombola assassinada a tiros em Salvador. Bernadete Pacífico foi secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial na cidade de Simões Filho e cobrava justiça pelo assassinato do seu filho, também um líder quilombola", escreveu Lula no Twitter.

"O governo federal, por meio dos ministérios da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos e Cidadania, mandou representantes e aguardamos a investigação rigorosa do caso. Meus sentimentos aos familiares e amigos de Mãe Bernadete", finalizou o presidente.

exclamção leia também