31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Mundo

Alívio - 13/09/2023, 12:06 - Vinicius Rebouças

Família de jovem morto por Danilo Cavalcante no Brasil comemora prisão

Brasileiro fugiu para os Estados Unidos com mandado de prisão em aberto no Tocantins

Danilo tem mandado de prisão em aberto pela morte de Valter Júnior em novembro de 2017
Danilo tem mandado de prisão em aberto pela morte de Valter Júnior em novembro de 2017 |  Foto: Divulgação/ Polícia de Chester/ Reprodução/ Redes sociais

A família de Valter Júnior Moreira dos Reis, morto em Figueirópolis, no interior do Tocantins, disse estar satisfeita com a prisão de Danilo Sousa Cavalcante, principal suspeito do crime, nesta quarta-feira, 13, nos Estados Unidos.

“Graças a Deus. E não vai sair mais. Esperamos que ele pague pelo que ele fez e que ele fique até cumprir a pena dele e que a segurança da penitenciária que ele conseguiu fugir fique mais forte, de olho para que ele não consiga fugir mais”, afirmou Daiane Moreira dos Reis, irmã de Valter Júnior, em vídeo exibido no programa Encontro com Patrícia Poeta.

A mãe e as irmãs dizem viver o sentimento de impunidade, uma vez que, o assassinato do estudante aconteceu em 5 de novembro 2017 e só na semana passada a Justiça decidiu marcar a primeira audiência do caso.

Daiane disse ainda que na noite do crime, Danilo que se dizia amigo de Valter, teria encontrado o estudante em uma praça da cidade, onde conversaram e tomaram refrigerante juntos. "Ele esperou a praça esvaziar e, depois que todo mundo foi embora, matou o Valter a sangue frio e de caso pensado", acusou.

A lenta burocracia brasileira ainda “ajudou” na fuga de Danilo, que chegou aos Estados Unidos em janeiro de 2018 após passar por Porto Rico. Embora o mandado de prisão pela morte do estudante já tivesse sido expedido, a atualização do Bando de Mandados do Tocantins só foi realizada em junho daquele ano, mais de seis meses após o homicídio.

Danilo foi preso e condenado nos Estados Unidos pelo feminicídio de Deborah Brandão, com 38 facadas, na frente dos dois filhos dela. Após ser capturado, voltará ao presídio de Chester para cumprir a pena perpétua pelo crime.

Leia mais:

Caso Danilo: Governador enaltece captura ‘limpa’ e polícia muda versão

Danilo Cavalcante foi preso porque dormiu no ponto

exclamção leia também