28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

ADEUS! - 06/09/2023, 19:21 - Da Redação

“Demissão foi injusta”, analisa ex-técnico da seleção espanhola

Jorge Vilda tinha apoio de Luis Rubiales, também desligado do quadro da Federação Espanhola

Jorge Vilda tinha apoio de Luis Rubiales, também desligado do quadro da Federação Espanhola
Jorge Vilda tinha apoio de Luis Rubiales, também desligado do quadro da Federação Espanhola |  Foto: FRANCK FIFE/AFP

Jorge Vilda, ex-técnico da seleção espanhola feminina, soltou o verbo, na noite desta terça-feira (5), após ser botado para correr da equipe. Para o treinador campeão mundial da edição deste ano, sua demissão pode ser considerada “injusta”. Juntamente com isso, Vilda justificou os aplausos para o presidente afastado da Real Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, durante assembleia da entidade.

“Fui campeão do mundo há 16 dias, e então tive meu contrato renovado por quatro anos. Acredito que minha demissão foi injusta”, argumentou, em entrevista ao programa de rádio El Larguero.

O substituto dele para o cargo será sua auxiliar, Montse Tomé, conforme anunciado horas depois pela Real Federação Espanhola de Futebol. Segundo Vilda, a informação sobre sua demissão ocorreu pelo presidente interino da federação, Pedro Rocha, que justificou a decisão como mudanças estruturais.

Leia Mais

Jogadora espanhola processa dirigente após beijo forçado na Copa

Técnico campeão mundial é demitido após polêmica com parça de seleção

Antony é cortado da Seleção Brasileira após acusação de agressão


“Depois de 17 anos no futebol feminino, depois de tudo o que conquistamos… tenho a consciência tranquila porque tenho dado 100% de esforço todos os dias nesses 17 anos, mas não entendo a decisão e não acho que merecia ser demitido”, relatou.

exclamção leia também