29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Alerta! - 26/11/2023, 09:51 - Dara Medeiros

Pesquisa aponta alta na violência contra mulheres 'no 'deslocamento'

Estudo foi realizado em parceria com a Uber, pelos institutos Locomotiva e Patrícia Galvão

Estudo analisa as violências que mulheres sofrem durante deslocamento
Estudo analisa as violências que mulheres sofrem durante deslocamento |  Foto: Divulgação/Prefeitura de Salvador

Um estudo, que foi realizado através de uma parceria entre os institutos Patrícia Galvão e Locomotiva com a Uber, constatou que 74% das mulheres brasileiras já passaram por violência em deslocamento nas cidades, como no transporte público ou até quando estão caminhando nas ruas.

A pesquisa, que foi nomeada como ‘Percepções e Experiências das Mulheres quando se Deslocam pelas Cidades’, descobriu que as situações de violência mais comuns são as “cantadas” e os olhares insistentes, relatadas por 60% das entrevistadas.

Além disso, o sequestro-relâmpago foi mencionado por 32% delas, a importunação sexual por 27%, a discriminação por 17% e o racismo por 14%. Passaram por agressão física 12% e estupro 7%.

Ainda de acordo com a pesquisa, as ‘paletadas’, que são os deslocamentos a pé, são as campeãs de violência, pois foi dessa forma que 55% das fontes sofreram sequestro-relâmpago, 56% racismo e 50% estupradas.

Já nos ‘buzus’ 56% disseram que se deslocavam dessa forma quando passaram por importunação sexual e 28% quando foram sequestradas. No caso dos estupros, 33% das mulheres foram vítimas quando estavam de carro particular.

Leia também:

Lyu luta por mulheres trans nas telas: "Precisam ter espaço"

Curso de defesa pessoal: público feminino se alia e inspira mulherada

Pole Dance: modalidade desafia resistência e os preconceitos

exclamção leia também