27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

tribunal - 04/04/2024, 13:36 - Da Redação

Suspeitos envolvidos na morte de mãe Bernadete passam por audiência

Três indivíduos acusados, além de sete testemunhas, foram ouvidos nesta quinta-feira (4)

Mãe Bernadete morreu no dia 17 de agosto de 2023
Mãe Bernadete morreu no dia 17 de agosto de 2023 |  Foto: Walisson Braga/Conaq

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Simões Filho presenciou, na manhã desta quinta-feira (4), a primeira audiência de instrução envolvendo três indivíduos suspeitos pela morte da líder quilombola, Mãe Bernadete.

O tribunal se prepara para interrogar os réus e ouvir os testemunhos de sete pessoas relacionadas ao caso, que aconteceu em 17 de agosto de 2023, dentro do quilombo Pitanga dos Palmares.

Segundo o Ministério Público da Bahia, os suspeitos foram acusados de cometer um assassinato cruel e sem chance de defesa da vítima, usando arma de fogo, por um motivo torpe. As investigações sugerem que Mãe Bernadete perdeu a vida por ter ideias que conflitavam com os interesses dos traficantes da região.

Leia mais:

MPF aguarda provas do caso Mãe Bernadete para avaliar investigação

"Tem gente grande por trás", indica filho sobre morte de Mãe Bernadete

Áudio: confira o plano dos 'traficas' que executaram Mãe Bernadete

Vale lembrar que, na quarta-feira (3), três maus elementos, envolvidos na morte da líder quilombola viraram 'cartas marcadas' no Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública. Foram estes, Marílio dos Santos, vulgo “Maquinista” ou “Gordo”, chefão da facção. Ydney Carlos dos Santos de Jesus, conhecido como “Café”, gerente do tráfico local. Por último, Josevan Dionisio dos Santos, o “BZ” ou “Buzuim”. apontado como um dos executores imediatos do crime.

Investigações também apontam que um sujeito identificado como Arielson da Conceição, trafica de Simões Filho, estava envolvido com Josevan no momento dos disparos em direção a Mãe Bernadete.

Relembre o caso

Bernadete Pacífico, líder quilombola e ialorixá de 72 anos, foi assassinada a tiros em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador (RMS), na noite de 17 de agosto de 2023. Seis anos antes da morte do filho, Fábio Gabriel Pacífico dos Santos.

Também conhecida como Mãe Bernadete, ela era a matriarca do quilombo Pitanga dos Palmares e ex-secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial de Simões Filho, dedicando sua vida à luta pelos direitos dos quilombolas.

Segundo um dos filhos dela, Wellington Santos, na noite da fatalidade dois homens invadiram o terreiro do quilombo e a executaram, afastando as crianças presentes e disparando 12 tiros. Bernadete estava com três netos e outra criança no momento do ataque.

exclamção leia também