27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

PF Caribé - 04/03/2024, 19:55 - Da Redação

Soteropolitano e casado: Relembre quem era federal morto em Valéria

Policial federal foi atingido por tiro fatal durante operação no bairro, onde, hoje, dois bandidos envolvidos com o óbito dele foram mortos

Lucas Caribé tinha 42 anos e era casado
Lucas Caribé tinha 42 anos e era casado |  Foto: Reprodução/Redes sociais

O policial federal Lucas Caribé Monteiro de Almeida, de 42 anos, morto por bandidos durante uma operação, em setembro de 2023, no bairro de Valéria, em Salvador, faleceu como um herói, no combate ao tráfico de drogas.

Nesta segunda-feira (4), mais dois indivíduos envolvidos com a morte de Lucas foram mortos no mesmo bairro onde o federal foi atingido com um tiro fatal. 'Pablo Escobar', considerado um 'bicho solto' do alto escalão, além de seu comparsa, 'Cachinho', caíram na bala.

As mortes dos bandidos não trarão Lucas à vida, mas foram comemoradas pelos colegas de farda, afinal o PF era querido por muitos.

Quem era Lucas?

Lucas entrou na Polícia Federal em 2013, após aprovação em concurso e um intenso treinamento. Ele foi lotado no Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Bahia, depois de iniciar a carreira na Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas (Delepat), no Pará, na região Norte do Brasil.

Caribé também atuou na Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/PA) e a Superintendência Regional da Polícia Federal na Bahia.

Lucas nasceu em Salvador e era filho de uma médica. Estudou no Colégio Antônio Vieira, no Garcia, bairro ao Centro da capital baiana. Embora fosse casado, o policial partiu sem deixar filhos.

Na época da morte do agente, o secretário da Segurança Pública da Bahia, Marcelo Werner, que também é policial federal, lamentou a morte de Lucas. "Caribé era um irmão. Faremos tudo o que estiver ao alcance para levar os responsáveis à Justiça. Manter a serenidade e adotar todas as ações necessárias para chegar aos responsáveis", disse.

exclamção leia também