28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

que onda... - 15/12/2023, 11:51 - Da Redação

Galã do sertanejo vai em cana após 'sugar' R$ 1 milhão de mulherada

Cantor Wagner Santos Oliveira enganou cerca de 26 mulheres

Cantor foi preso por estelionato
Cantor foi preso por estelionato |  Foto: Reprodução

Um homem foi preso após se passar por músico sertanejo para aplicar golpes financeiros em mulheres. Wagner Santos Oliveira, ou Wagner Luno, como é conhecido, foi parar atrás das grades na manhã desta sexta-feira (15). Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, ele enganou cerca de 26 vítimas, praticando estelionato e embolsando mais de R$ 1 milhão.

As autoridades afirmam que ele tinha preferência por aplicar os golpes em vítimas que estavam passando por problemas emocionais e que possuíam uma boa grana para beneficiá-lo. Wagner procurava principalmente por mães com faixa etária entre 30 a 45 anos, que eram novatas no Distrito Federal.

Segundo as investigações, o falso cantor usava os perfis fakes em redes sociais e apps de relacionamento, utilizando de discursos amorosos para iludir e 'passar a perna' nas vítimas, que emprestavam dinheiro, pegavam empréstimos e compravam coisas pra ele usar.

Em seguida, ele começava a ser grosso e ameaçador com as mulheres, assustando elas para que não fosse denunciado para a polícia, e depois seguia para aplicar o golpe em outras vítimas.

Leia mais

Marido quebra médico no pau após esposa falecer na UPA

Madrasta é presa após inserir desodorantes em ânus de bebê

Vídeo: troca de tiros na Arena Santiago acaba com 'baba' da galera

O delegado Gleyson Mascarenhas afirmou que muitas das moças não prestaram queixas anteriormente por sentir medo ou vergonha da situação. "As que tiveram coragem de registrar têm um grupo em que trocam informações e relatos dos golpes. Juntando todas, o golpe foi de mais de R$ 1 milhão”, contou.

O suspeito foi em cana por estelionato, podendo ser condenado a 18 anos de prisão. O Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Samambaia (DF) ordenou que Wagner fique preso até julgamento.

exclamção leia também