28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

A CASA CAIU - 05/12/2023, 20:09 - Da Redação

Contrabando de soja é derrubado pela Polícia Federal

Uma operação da Polícia Federal apreendeu carros de luxo e grana alta

Uma operação da Polícia Federal apreendeu carros de luxo e grana alta
Uma operação da Polícia Federal apreendeu carros de luxo e grana alta |  Foto: Divulgação/PF

Mais uma organização criminosa entrou no radar da Polícia Federal. Desta vez, nesta terça-feira (5), as operações Dangerous e Paschoal foram deflagradas com a proposta de desarticular um grupo de bandidos responsável por esquema bilionário de contrabando de grãos, sobretudo soja e milho.

Além disso, eles também tinham o costume de colher agrotóxicos trazidos da Argentina para o Brasil por meio de portos clandestinos situados às margens do Rio Uruguai. No mais, a ação teve integrado também a Brigada Militar, da Receita Federal do Brasil, Receita Estadual do Rio Grande do Sul e da PRF.

Cerca de 200 policiais federais foram mobilizados para o cumprimento de 59 mandados de busca e apreensão e 16 mandados de prisão em vários municípios, como por exemplo, São Luís, no Maranhão, ou seja, no Nordeste.

Leia mais

Operação fecha o cerco contra grupo que entregava armas para facções

Bandidos explodem carro forte no Recôncavo e polícia caça suspeitos

Organização suspeita de vender toneladas de ouro é alvo de operação

Bolada de dinheiro bloqueada

Medidas como bloqueios de contas bancárias vinculadas a pessoas físicas e jurídicas, em aproximadamente 58 milhões de reais, sequestro e arresto de automóveis e imóveis de luxo e de uma aeronave com valor estimado em 3,6 milhões de reais também foram efetuadas.

Vários materiais foram apreendidos pela Polícia Federal
Vários materiais foram apreendidos pela Polícia Federal | Foto: Divulgação/PF

De modo geral, a facção é formada por três núcleos que se dividem entre os detentores dos portos clandestinos, os beneficiários e revendedores das mercadorias contrabandeadas e os operadores financeiros.

Através de doleiros, o grupo fazia diversas operações cambiais à margem do sistema legal para promoção de evasão de divisas com a finalidade de pagar fornecedores da mercadoria no exterior.

Em toda a operação, a organização criminosa movimentou cifra superior a R$ 3,5 bilhões de reais nos últimos cinco anos. Até o momento, foram apreendidas 171 toneladas de soja, farelo de soja e milho, presas 11 pessoas em flagrante e apreendidos caminhões, automóveis, vinhos e agrotóxicos.

exclamção leia também