28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Polêmica - 02/10/2023, 18:44 - Dara Medeiros - Atualizado em 02/10/2023, 19:15

Blogueira Samya defendia legalização da verdinha: "Maconheira safada"

Influencer foi assassinada no fim de semana, em Teresina

Samya Silva era a favor da legalização da maconha no Brasil
Samya Silva era a favor da legalização da maconha no Brasil |  Foto: Reprodução/Redes Sociais/ Agência Brasil

A blogueira Samya Silva, que foi assassinada a tiros em Teresina, no último domingo (1°), batia no peito para defender a legalização da maconha. Recentemente, a influenciadora havia postado um vídeo comemorando a votação pela descriminalização da verdinha no Brasil.

Assista:

“Vou fumar um na praça e vou poder ficar livre, porque eu não vou ser chamada de maconheira safada”, disse ela.

A jovem de 21 anos ainda afirmou que com a possível legalização da droga, ela pararia de ouvir reclamações de idosos quando fumasse publicamente. “Nenhuma velha vai me parar”, disparou.

Relembre o caso

A criadora de conteúdo foi morta após ter deixado um clube, onde estava acompanhada por duas amigas. Segundo a Guarda-Civil Municipal de Teresina, os criminosos devem ter efetuado cerca de seis disparos de arma de fogo contra a blogueira, que morreu no local.

Durante o ataque, as amigas de Samya Silva não ficaram feridas, mas o celular de uma delas foi atingido por um tiro. Ainda não há informações sobre a motivação e autoria do crime, que será investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Saiba mais:

Delegado dá detalhes sobre perseguição de facção até executar Samya

Amiga de blogueira assassinada leva balaço, mas é salva por celular

Bonde dos 40 comemora execução a tiros da blogueira Samya


exclamção leia também