28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

JUSTIÇA SEJA FEITA - 29/08/2023, 16:01 - Da Redação

Atirador recebe bordoada de 14 anos de prisão por morte de boleiro

O jovem boleiro morreu após durante comemoração dos resultados das eleições

O jovem boleiro morreu após durante comemoração dos resultados das eleições
O jovem boleiro morreu após durante comemoração dos resultados das eleições |  Foto: Divulgação/Juazeirense

A morte do boleiro Felipe Rocha de Sá Nunes, ex-Juazeirense, ganhou um desdobramento nesta segunda-feira (28). Isso porque o atirador que tirou a vida do jogador de futebol, de 19 anos de idade, durante a comemoração do resultado do segundo turno das eleições do ano passado, recebeu 14 anos de prisão, na cidade de Juazeiro, no norte da Bahia.

Durante o julgamento realizado no Fórum Estadual Conselheiro Luiz Viana Filho, o júri de Antônio Felipe Leal Nascimento determinou a condenação de homicídio duplamente qualificado. Dessa maneira, o réu deve cumprir 14 anos e 1 mês de reclusão. Conforme relatado pelo promotor do caso, a pena era prevista em virtude da idade do réu.

A princípio, o acusado tinha 18 anos no período em que o crime aconteceu. De forma geral, a lei prevê a redução obrigatória da condenação. Já a defesa do condenado apontou legítima defesa, porém a promotoria refutou e aplicou como aporte as imagens das câmeras de seguranças e depoimentos das testemunhas.

Leia Mais

Atleta da Juazeirense foi executado por criminosos nesta madrugada

Suspeito de matar jogador por comemoração política é identificado

Urgente! Atacante do Bahia de Feira morre após desmaiar em treino

Felipe comemorava o desfecho do segundo turno das eleições, quando foi executado a pipocos. As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa do Leão Grená. O atleta integrava a equipe sub-20.

exclamção leia também