26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

O COURO COMEU - 06/07/2023, 14:55 - Pedro Moraes - Atualizado em 06/07/2023, 15:10

ASSISTA: PM dá rasteira e aponta arma pra paciente em hospital na CBX

A paciente estava agressiva segundo comunicado da unidade de saúde

A paciente estava agressiva segundo comunicado da unidade de saúde
A paciente estava agressiva segundo comunicado da unidade de saúde |  Foto: Reprodução/Vídeo

Um ‘bafafá’ envolvendo uma paciente e uma policial militar foi flagrado por outros pacientes, na manhã desta quinta-feira (6). O caso aconteceu no Hospital da Mulher Maria Luzia Costa dos Santos, situado no Largo de Roma, em Salvador. Por meio de um vídeo enviado à reportagem do Portal MASSA!, é possível ver a situação.

Uma mulher, de vestido vermelho, discute com uma agente. Em seguida, elas entram em conflito físico. Em certo momento, a PM dá uma rasteira na paciente e, posteriormente, saca a arma de forma a intimidar a mulher.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação do Hospital da Mulher alegou que "a paciente apresentou elevado grau de agressividade verbal e física, tendo agredido a policial, que reagiu da forma que considerou adequada ao controle da situação".

Além disso, reforçou que a paciente foi deslocada a uma delegacia para formalização de um boletim de ocorrência. "Lamentamos infelizmente tal episódio, sempre priorizamos o bem-estar das usuárias e profissionais da saúde. Para outras informações sobre o ocorrido devem ser passadas pela Polícia Militar", cita outro trecho do comunicado.

Pegue a visão:

Leia Mais

Pedreiro desaparecido é encontrado esquartejado em Canabrava

Assaltantes são presos depois de serem atropelados em Salvador

Mulher 'mete o pé' da cadeia após queimar filha e namorado

Um agente de portaria relatou a agente, que figura na gravação, que foi agredido e xingado pela paciente que queria ser atendida com uma guia vencida, e não aceitou as orientações do servidor. É o que sinaliza a corporação.

"Ao chegar, a PM tentou manter contato com a mulher indicada na denúncia, que demonstrava nervosismo e intransigência no diálogo para solucionar o fato, chegando a destratar a militar e até tomar o rádio de comunicação da policial", descreve parte de uma nota enviada pela corporação.

Por fim, a instituição mencionou que “a mulher precisou ser contida pela policial, que solicitou o apoio de uma viatura da 17ª CIPM para efetuar a condução à Central de Flagrantes, onde a ocorrência foi registrada, com o agente de portaria vítima da agressão”.

exclamção leia também