25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

DEU O PAPO - 11/04/2023, 19:33 - Pedro Moraes

Rui Costa bate no peito e afirma que juros vão cair após queda no IPCA

Atual ministro da Casa Civil, Rui Costa está confiante na redução dos juros

Atual ministro da Casa Civil, Rui Costa está confiante na redução dos juros
Atual ministro da Casa Civil, Rui Costa está confiante na redução dos juros |  Foto: AFP

O Banco Central deve apresentar redução na taxa de juros a curto prazo. É o que indica o ministro da Casa Civil, Rui Costa. Para o ex-governador da Bahia, a redução sofrerá a influência da entrada de dólar no Brasil com novos investimentos ligados às concessões e parcerias públicos privadas que serão incentivadas no plano de investimento elaborado pelo governo.

Essa indicação de Rui também leva em consideração a divulgação do IPCA de fevereiro deste ano abaixo do esperado.

“Os juros vão cair com certeza. E esse otimismo e a entrada de dólar no Brasil a partir desses investimentos e de uma nova imagem do Brasil haverá de contribuir, não tem razão para manter os juros no patamar que estão. O maior juro do planeta. Hoje a sinalização de queda da inflação traz esse sentimento e reforça esse sentimento: de que os juros precisam cair”, analisa o ministro da Casa Civil, em entrevista à CNN Brasil.

No próximo dia 3 de maio, ocorrerá uma nova reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC para discussão da taxa. Divulgado nesta terça pelo IBGE, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) exibe a permanência da inflação em 0,71% em março.

Ainda que tenha ocorrido um avanço, o resultado sugere uma desaceleração em comparação com o mês de fevereiro, quando ficou na casa de 0,84%. Vários embates diretos do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e integrantes do primeiro escalão do governo têm ocorrido referentes à taxa de juros do Banco Central, de 13,75%.

Leia Mais

Feira deve ter novo ‘embate dos Zés’ pela prefeitura em 2024

“É preciso ter respeito”, dispara Olívia sobre mandato coletivo na CMS

Ministra do Turismo pede desfiliação do União Brasil

Na concepção do atual gestor, a manutenção da taxa neste patamar deve afetar a performance da economia tal qual o desempenho do próprio governo. Além disso, Costa garantiu que o governo realizou a lição de casa em busca de uma taxa menor, com a publicação do novo arcabouço fiscal.

"Estamos extinguindo a antiga Funasa, porque é uma empresa ineficiente e custava mais de R$ 1 bilhão, significa dinheiro público gasto de forma ineficiente. Estamos produzindo conceito no governo de qualidade de gasto público, mais do que a quantidade do que se gasta. Esse conjunto de iniciativas haverá de convencer o Banco Central a reduzir na próxima reunião a taxa de juros”, acrescentou Rui Costa.

exclamção leia também