22º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Lascou! - 11/08/2023, 15:51 - Da Redação - Atualizado em 11/08/2023, 16:30

Cid fala em US$ 25 mil pra mão de Bolsonaro e leilão de joias

Ex-assistente de Bolsonaro é pego no pulo em áudio

Cid é pego no pulo em áudio
Cid é pego no pulo em áudio |  Foto: Lula Marques/Agência Brasil

O ex-assistente de ordens do então presidente Jair Bolsonaro (PL), Mauro Cid, foi pego no pulo em um áudio obtido pela Polícia Federal, no âmbito das investigações das joias sauditas. Na conversa, Cidão da massa fala sobre US$ 25 mil (25 mil dólares) endereçados para o ex-cabeça do Planalto e até um leilão dos itens dados pelos árabes.

Veja: Alckmin manda salve pra galera do Hip Hop e quebra a web

CPI analisa Imposto de Renda de Bolsonaro; Veja valores

De acordo com informações do inquérito da PF, a mensagem comprometedora foi enviada para Marcelo Câmara, assessor especial de Bolsonaro. No mesmo áudio, Mauro Cid fala da grana alta, que estaria com o pai e “possivelmente pertenceria a Bolsonaro”, segundo a polícia.

"Tem vinte e cinco mil dólares com meu pai. Eu estava vendo o que, que era melhor fazer com esse dinheiro levar em 'cash' aí. Meu pai estava querendo inclusive ir aí falar com o presidente (...) E aí ele poderia levar. Entregaria em mãos. Mas também pode depositar na conta (...). Eu acho que quanto menos movimentação em conta, melhor né?”, disse Mauro Cid.

Mauro ainda negociou o leilão de itens como uma palmeira e um barquinho, presentes recebidos pelo ex-presida em uma viagem ao Bahrein. Ele teria tentado passar as peças nos States.

“O relógio aquele outro kit lá vai, vai, vai pro dia sete de fevereiro, vai pra leilão. Aí vamos ver quanto que vão dar”, largou.

A Polícia Federal foi pra cima, nesta sexta-feira (11), e iniciou uma operação contra nomes ligados a Bolsonaro e Cid. Segundo a TV Globo, além de Cid, a PF bateu na porta de Mauro Lorena Cid, pai de ‘Maurinho’, Osmar Crivelatti, ex-ajudante de Bosonaro, e Frederick Wassef, advogado que já trampou em defesa do ex-presidente.

exclamção leia também