22º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Bolso cheio - 08/08/2023, 11:12 - Da Redação

CPI analisa Imposto de Renda de Bolsonaro; Veja valores

Presidente tem como dependes a esposa, Michele, a enteada e a filha do casal

Documento analisado pela CPI diverge de valores apresentado durante campanha
Documento analisado pela CPI diverge de valores apresentado durante campanha |  Foto: Sergio Lima/AFP

Entre os e-mails analisados pela CPI mista do Golpe, consta um anexo enviado em 12 de maio para Mauro Cid, o então faz-tudo de Jair Bolsonaro, com a declaração de imposto de renda referente a 2021 que o ex-presidente entregou à Receita Federal no ano passado.

No documento de 12 páginas, o ex-presidente declara um patrimônio de R$ 2,323 milhões, um valor pouco acima dos R$ 2,317 milhões registrados também ano passado ao TSE, quando Bolsonaro precisou informar seus bens à Justiça Eleitoral para disputar a reeleição.

A diferença pode ser justificada por valores declarados pelos dependentes, como uma renda fixa R$ 5,4 mil de Letícia Firmo, filha de Michelle Bolsonaro. O ex-presidente declara como dependentes a mulher, Michelle, Letícia e Laura, a única filha do casal.

À Receita Federal, só de salário, Bolsonaro disse ter recebido em 2021 o valor de R$ 478,1 mil. Desse total, R$ 368,8 mil são referentes à remuneração como presidente e R$ 109,3 mil do Exército.

Segundo o documento, o ex-presidente teve R$ 100,6 mil de imposto retido na fonte (R$ 89,1 mil da Presidência da República e R$ 11,5 mil do pagamento do Exército). Bolsonaro ainda precisou pagar R$ 11 mil de imposto de renda.

No e-mail enviado à Mauro Cid e Pedro César Nunes, então chefe de gabinete de Bolsonaro à época, havia também o DARF para o recolhimento do imposto. As informações são da coluna de Lauro Jardim no jornal O Globo.

À Receita Federal, Bolsonaro também declarou ter quatro casas no Rio de Janeiro avaliadas em R$ 603,8 mil, R$ 400 mil, R$ 98,5 mil e R$ 40 mil, além de um apartamento em Brasília de R$ 240,9 mil. Ele ainda disse ser dono de uma motocicleta de R$ 26,5 mil.

O ex-presidente também disse ter R$ 591 mil, R$ 315,8 mil e R$ 92 em três contas de bancos, além R$ 249 de participação em uma empresa. No tópico de dívidas e bônus, o ex-presidente declarou um parcelamento de cartão de R$ 420 em nome de Michelle, no Banco do Brasil.

exclamção leia também