31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Procuradoria-Geral da República - 22/11/2023, 20:06 - Agência Brasil

Ato golpista: Moraes manda soltar quatro réus pelo 8 de janeiro

Em troca da liberdade, acusados deverão cumprir medidas cautelares diversas de prisão

Alexandre de Moraes, Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)
Alexandre de Moraes, Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) |  Foto: Agência Brasil / Marcelo Camargo

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou soltar nesta quarta-feira (22) quatro presos durante os atos de golpistas de 8 de janeiro. Os acusados Jairo de Oliveira Costa, Wellington Luiz Firmino, Tiago dos Santos Ferreira e Jaime Junkes são réus na Corte por terem denunciados pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Em troca da liberdade, os acusados deverão cumprir medidas cautelares diversas de prisão, como uso de tornozeleira eletrônica, proibição de sair do país, suspensão de autorizações de porte de arma e de certificado de colecionador, atirador desportivo e caçador (CAC), entrega do passaporte e apresentação semanal à Justiça.

Os envolvidos respondem pelos crimes de associação criminosa armada, abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado e deterioração de patrimônio tombado.

Veja também:

Governador de São Paulo vai à posse de Milei com Jair Bolsonaro

Bruno Kings descarta puxar 2024 pra agora: "Depois do Carnaval"

"Ninguém do PP conversou comigo", larga Ana Paula sobre comando da SMS

A decisão do ministro ocorre dois dias após a morte de Cleriston Pereira da Cunha, que também foi preso pelos atos golpistas de 8 de janeiro.

Antes da morte, a defesa de Cleriston pediu liberdade a Moraes e citou parecer favorável da Procuradoria-Geral da República (PGR) favorável à soltura. Segundo o defensor, o acusado teve sequelas da covid-19 e tinha problemas cardíacos. Um laudo médico foi apresentado pelo defensor.

exclamção leia também