27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Fala, professores! - 21/12/2023, 18:24 - Santiago Oliveira

Mundial: comandantes de Fluminense e City projetam decisão

Diniz e Guardiola mostraram-se respeitosos antes de entrarem dentro das quatro linhas

Pep Guardiola e Fernando Diniz
Pep Guardiola e Fernando Diniz |  Foto: Reprodução / Man City e Fluminense

Os comandantes de Fluminense e Manchester City bateram um papo com a imprensa nesta quinta-feira (21), véspera da final do Mundial de Clubes de 2023, no estádio King Abdullah Sports City, na Arábia Saudita. Fernando Diniz, da equipe brasileira, e Pep Guardiola, do time inglês, mostraram-se respeitosos antes de entrarem dentro das quatro linhas.

"Quando a gente vai jogar futebol, a primeira coisa que você tem que ter é confiança de que você pode vencer. Sempre entrei com a intenção de vencer o jogo. O Fluminense vai fazer o máximo possível para vencer. Vamos enfrentar o melhor time do mundo, mas isso não nos impede de sonhar e fazer o nosso melhor. O que vamos fazer amanhã é ser o melhor possível. O Fluminense vai jogar como um time que acredita nos seus valores e acredita de que as coisas são possíveis", declarou Diniz.

“Conheço exatamente o talento e a qualidade do Fluminense. Sabemos, então, o que significa o Mundial para os times sul-americanos. Será uma final dura. E vamos por isso. Conheço meus jogadores e os respeito pelo que fazem, é muito boa a forma como jogam”, ponderou o treinador espanhol.

Veja também:

Destaque do Vitória neste ano, zagueiro é oferecido ao São Paulo

Endrick e mais 22: Ramon convoca Seleção que buscará vaga na Olimpíada

Capitão de time inglês vence parada cardíaca e recebe alta hospitalar

O treinador do Flu revelou que espera que a equipe desempenhe o que vem fazendo durante a temporada. Pep, por sua vez, declarou que deseja adaptação no estilo de jogo do adversário.

"Não há uma receita para a gente ganhar. Vamos fazer o que temos de melhor. Não vamos fugir das nossas características. Nos preparamos muito. A gente assiste eles a muito tempo, mapeamos, vamos estudar. É um time muito completo, muito bem treinado. Vamos procurar fazer o nosso melhor com bastante humildade, ser inteligente no jogo e ter coragem para fazer o que costumeiramente fazemos", frisou o brasileiro.

“Eu amo. Eu amo como eles se associam entre os outros, o respeito com o futebol. É por isso que eu sei perfeitamente onde o time irá jogar. É um grande respeito pela forma, pela essência do futebol brasileiro de quando eu era garoto. Como eles lidam em jogar não apenas em um ritmo, mas em outros ritmos. Eu vi isso por muitos anos e você pode ver. É por isso que estamos tentando nos adaptar, e espero que eles possam se adaptar a nós”, completou o espanhol.

exclamção leia também