30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Motivou - 07/12/2023, 09:17 - Redação

Gilberto diz que fala de Hulk foi 'combustível' para o Bahia

Atacante do Atlético-MG disse que gostaria de marcar cinco gols na partida

Gilberto chegando para a partida
Gilberto chegando para a partida |  Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Após as derrotas doloridas para São Paulo e América-MG, o Bahia precisou contrariar as estatísticas e conseguiu fugir do rebaixamento após golear o Atlético-MG na quarta-feira (7). O que ninguém imaginava era que parte da motivação do elenco viria de um jogador adversário.

Durante entrevista coletiva na terça-feira (6), o atacante Hulk disse que gostaria de marcar cinco gols no Bahia para chegar aos 100 em sua passagem vitoriosa pelo Galo. O time mineiro entrou na rodada ainda com chances de ser campeão brasileiro, mas dependia de tirar oito gols de saldo contra o Esquadrão.

"Seria especial se conseguisse amanhã esses cinco gols para bater logo esse 100º. É uma marca histórica no grande clube, é uma grande camisa, que representa tanto para o futebol brasileiro e mundial. Mas a gente vai caminhando passo a passo e tentar fazer o máximo de gol possível em cada jogo", disse Hulk

Após a fala de Hulk chegar nos jogadores do Bahia, o que se viu em campo foi um time diferente. Ligado e jogando bem, o Bahia foi superior durante toda a partida. Foi aí então que o lateral-direito Gilberto, em entrevista depois do jogo, revelou qual era o 'combustível' para essa virada de chave.

"A gente acompanha. Isso mexeu com a gente um pouco. Mas faz parte do futebol. O Hulk respeita o Bahia. Ele falou em um momento dele, acho que não quis provocar. Mas acabou incentivando mais a gente mais. A gente levou um pouco para o coração", disse Gilberto.

Mesmo com a grande atuação do Bahia, Gilberto ainda considerou que a partida não foi fácil. Ele comentou sobre a preocupação em ter que depender de outros resultados, já que o Esquadrão também precisava de um tropeço de Vasco ou Santos, esse segundo que de fato aconteceu.

"Foi um jogo difícil, que eu nunca tinha vivido na minha vida. A gente focado em vencer e tendo que pensar nos outros resultados. A gente fez o papel. O nosso torcedor apoiou do início ao fim", finalizou.

exclamção leia também