28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

tiro, porrada e bomba! - 14/12/2023, 13:27 - Da Redação- Atualizado em 14/12/2023, 13:42

Garoto leva 'tapão' de árbitro, e baba em Brotas acaba com tiros

Confusão aconteceu na Arena Parque Santiago, na última quarta-feira (13)

Caso aconteceu na Arena Parque Santiago, no bairro de Brotas, em Salvador
Caso aconteceu na Arena Parque Santiago, no bairro de Brotas, em Salvador |  Foto: Divulgação

O que era pra ser mais uma partida amistosa de futebol, terminou em confusão, tiro e porrada. Um atleta de 14 anos acabou recebendo um 'tapão' de um árbitro em um jogo da divisão de base, entre Jacuipense e Bahia, na Arena Parque Santiago, no bairro de Brotas, em Salvador, na última quarta-feira (13).

Segundo o garoto, ocorreu um desentendimento e o árbitro acabou lhe acertando um tapa. O jovem contou que ficou muito abalado com a atitude do profissional em frente aos familiares, e que após o caso, ele sequer foi se desculpar.

O adolescente afirmou ainda que era intimidado constantemente pelo juiz ao decorrer da partida. "Falava que não era pra se aproximar dele pra não dirigir a palavra pra ele", detalhou em entrevista à Rede Bahia, nesta quinta-feira (14),

Quando a confusão se instaurou, devido a agressão do juiz, o pai de um dos atletas sacou uma arma de fogo e começou a atirar para o alto, com o propósito de apartar a situação. Ele foi identificado como policial militar e estava acompanhando o filho também na partida.

Leia mais

Motorista particular e esposa são encontrados mortos após dias sumidos

Suspeito é baleado após 'tentar a sorte' em perseguição com a policia

Mulher é morta por traficantes após ex chamá-la de "X9" da Policia

"O primeiro tiro foi que um pai de um jogador do Bahia estava lá assistindo o jogo do filho dele. Aí quando viu a briga, ele simplesmente foi pra separar essa briga, ao invés dele separar na calma, na de boa, sem precisar de arma, ele pegou uma pistola, apontou pra cima e deu um tiro. Aí eu pergunto pra ele, se fosse o filho dele que tivesse tomado uma tapa no rosto, aquela arma que ele tirou e atirou pra cima, ele ia dar um tiro pra cima, ou ele ia dar um tiro no árbitro? Porque a cabeça é quente, a decisão de um homem a gente toma na hora. Eu tô aqui tomando minha decisão como? Procurando a delegacia, o apoio pra resolver da melhor forma possível", ressaltou Marcos, o pai do garoto agredido, que procurou a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca).

Ele registrou um boletim de ocorrência contra o árbitro agressor. Os agentes trataram o caso como lesão corporal leve e chamaram a vítima e o pai para passar por outros atendimentos nesta sexta-feira (15).

Procurada pela reportagem, a Polícia Militar revelou que recebeu uma denúncia de que um homem havia efetuado um disparo no espaço interno de uma arena de futebol, em Brotas. Chegando ao local, confirmou o caso e verificou que a arma pertencia a um agente militar, encaminhando ele para uma corregedoria da PM.

exclamção leia também