29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Entretenimento

Ó Paí, Ó! - 16/11/2023, 08:26 - Vinicius Viana- Atualizado em 16/11/2023, 09:46

"Neuzão representa as mulheres que batalham", afirma Tânia Tôko

Atriz marcou presença na pré-estreia de 'Ó Paí, Ó 2' no Cine Glauber Rocha, em Salvador,

Tânia Tôko dá vida ao personagem Neuzão
Tânia Tôko dá vida ao personagem Neuzão |  Foto: Portal MASSA!/ Vinicius Viana

A pré-estreia de Ó Paí, Ó 2 reuniu centenas de celebridades no Cine Glauber Rocha, em Salvador, na noite desta quarta-feira (15). O evento contou com a presença de atores do filme, como, por exemplo, a atriz Tânia Tôko. Em entrevista exclusiva ao Portal MASSA!, ela falou sobre a emoção de dar vida novamente ao personagem Neuzão, que se tornou emblemático na história do cinema nacional e deixou marcas na memória afetiva dos baianos.

"Pô, o Neuzão, pra mim, sempre foi um presente que me alegra. Defender esse personagem, né? Essa mulher que tá aí representando tantas outras mulheres fortes que batalham, que tão ali trabalhando no dia a dia. Eu vejo que Neuzão é uma representação dessa mulher. Ela é uma mulher negra, ela é uma mulher de comunidade, ela é uma mulher homossexual, mas eu vejo que ela representa todas essas mulheres que batalham por um lugar ao sol. Essa dureza dela, essa briga dela, acredito que é uma arma que ela usa pra se defender do dia a dia, mas o coração é grande, todos da comunidade adoram", declarou Tânia Tôko.

Leia também:

Ó Paí, Ó 2' é antecipado na Bahia, revela Lázaro; saiba onde assistir

"Pedido do público", afirma Lázaro Ramos sobre volta de 'Ó Paí, Ó'

A atriz baiana falou sobre a solidariedade entre os personagens para que o bar de Neuzão continuasse de pé e afirmou que união mostrada no filme é reflexo do dia a dia entre os moradores das comunidades.

"Ela, pra perder o bar, todo mundo se mobilizou, e eu acho que esse amor é um pelo outro ali e é isso que a gente quer mostrar, que é esse reflexo do dia a dia, dentro das nossas comunidades, que não é só a coisa negativa que se mostra, sempre. Não, tem uma comunhão, tem um amor, tem um sonho, tem o seu olhar e ver o outro ali do lado, e a gente precisa dar as mãos. Eu acredito que é essa grande mensagem desse filme", finalizou.

exclamção leia também