26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Entretenimento

Ataque na escola! - 23/11/2022, 10:13 - Vinicius Viana- Atualizado em 23/11/2022, 10:23

Após sobrinha sofrer racismo, Escandurras deixa recado para 'algoz'

Sobrinha do cantor Escandurras foi vítima de ataques de ódio dentro de escola particular em Salvador

Escandurras usou as redes sociais para expor o caso
Escandurras usou as redes sociais para expor o caso |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Após denunciar que a sobrinha de 12 anos está sendo vítima de racismo, mensagens de ódio e bullyng em uma escola particular de Salvador, o cantor Escandurras compartilhou nas redes sociais, nesta terça-feira (22), um vídeo no qual uma criança fala sobre o orgulho em ser negro e repudia atos de cunho racista.

No registro publicado por Escandurras em seu perfil no Instagram, um garoto canta um trecho da música "Eu Sou Negão" do cantor Gerônimo, como forma de protesto contra a atitude do aluno que promoveu ataques contra a sobrinha do artista dentro do ambiente escolar e por meio de mensagens nas redes sociais. "Eu sou negão, meu coração é a liberdade", declara o garoto, que ainda pontua que todos devem dizer "não ao preconceito".

Escola quebra o silêncio sobre os ataques

Após o caso viralizar nas redes sociais, a escola particular onde a sobrinha do cantor baiano Escandurras estuda, em Salvador, se manifestou sobre as denúncias e declarou que repudia os ataques sofridos pela pré-adolescente.

"Nossa instituição não aceita ou compactua com discurso de ódio ou bullying entre os alunos e que mantém um discurso de conscientização dos estudantes com práticas educativas para evitar situações como a apresentada, a qual a instituição tomou conhecimento pelas redes sociais", publicou a instituição nas redes sociais.

Leia mais:

Rodrigo Faro é chamado de racista e pede desculpa

“Me dói tanto” diz Pepita sobre ataque ao filho de 11 meses

Por meio de nota, eles ainda informaram que uma comissão acadêmica foi instaurada para tratar o caso para que medidas sejam tomadas. "Estão acontecendo reuniões com os responsáveis para que as sanções acadêmicas cabíveis sejam aplicadas", completou.

Confira o vídeo

exclamção leia também