25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

complicado - 25/03/2024, 13:08 - Bruno Dias E João Grassi - Atualizado em 25/03/2024, 15:51

Tia de jovem que teve braço amputado clama por respostas e justiça

Andrei Peroba, de 20 anos, sofreu um acidente em um parque de diversões no bairro de Cajazeiras

Andressa Peroba, tia de Andrei Peroba, jovem que teve braço amputado após acidente em Cajazeiras
Andressa Peroba, tia de Andrei Peroba, jovem que teve braço amputado após acidente em Cajazeiras |  Foto: João Grassi / Portal Massa!

A família do jovem Andrei Peroba, de 20 anos, que teve o braço amputado após sofrer acidente em um dos brinquedos do parque de diversões no campo da Pronaica, que fica no bairro de Cajazeiras, em Salvador, segue clamando por justiça das autoridades.

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (25), no Edifício CEO Salvador Shopping, a tia dele, Andressa Peroba, revelou ao Portal Massa! que após mais de um mês do caso, o silêncio do órgão público segue 'ensurdecedor'.

"A gente aguarda as respostas principalmente do parque, do órgão da prefeitura, e que eles venham dar uma resposta para a gente, o que aconteceu, quem autorizou o parque a montar, quem foi o responsável por vistoriar o parque. Essas respostas que a gente pede, e até hoje não foram reveladas, o menino está abalado psicologicamente, sem auxílio, nem sequer de um psicólogo", disse a técnica de enfermagem.

Sem receber nenhum tipo de suporte, seja financeiro ou psicológico, até o momento, a mulher conta que toda a assistência ao garoto foi prestada por amigos e familiares, bradando para que a justiça seja feita.

"Desde o momento do acidente, até aqui, nossos familiares deram suporte possível a Andrei. Acompanhamos ele um mês e dez dias no HGE, dando todo suporte a ele psicológico. E a gente está aqui hoje para clamar ainda por justiça, para que eles entendam que vidas humanas importam sim, que quantos Andreis vão precisar ser mutilados daquela forma para que eles venham a entender", iniciou.

Leia mais:

Com braço amputado, Andrei recebe alta: "Agradecer pelo livramento"

Caso Andrei: advogados revelam próximos passos na luta por justiça

Caso Andrei: Advogado e tio da vítima clamam por justiça

"Andrei está aí hoje, abalado psicologicamente, um menino de 20 anos, que perdeu, perdeu um membro dele. Uma coisa que ele vai sentir para o resto da vida dele. Então estamos aí, clamando por justiça, que as autoridades, que os órgãos responsáveis venham entender. E olhem para Andrei, olhem para o caso de Andrei e vejam que Andrei vai precisar sim de apoio psicológico, de estrutura de vida, porque a vida de Andrei não vai ser a mesma", finalizou.

O garoto de 20 anos recebeu alta médica no último sábado (23). Ele estava internado desde o dia 15 de fevereiro, no Hospital Geral do Estado (HGE), e precisou passar por duas cirurgias no braço afetado pelo acidente.

exclamção leia também