29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Consequências da tragédia - 08/04/2023, 16:25 - Da Redação

Professora sofreu infarto após ataque a creche em Blumenau

Assessora jurídica da instituição confirmou a informação ao jornal O Globo

Massacre aconteceu na Creche Cantinho Bom Pastor
Massacre aconteceu na Creche Cantinho Bom Pastor |  Foto: Luíza Morfim/Divulgação

Uma professora da Creche Cantinho Bom Pastor, alvo de um ataque que matou quatro crianças em Blumenau, Santa Catarina, sofreu um infarto após a tragédia que ocorreu na última quarta-feira (5). As informações são do jornal O Globo.

A notícia foi confirmada pela assessora jurídica da instituição, Patricia Kasburg. A professora foi identificada apenas como Alaide, de 60 anos, e teria sido internada na quinta-feira (6). Ela estava na creche durante o atentado e ajudou a socorrer os estudantes.

Alaide precisou passar por um procedimento cirúrgico para a introdução de um cateter no coração. Os médicos informaram que a professora sofreu um infarto devido a “estresse pós-traumático muito grande”.

Caso

Quatro crianças foram mortas e uma está em estado grave após um ataque na manhã da última quarta-feira (5), na Creche privada Cantinho Bom Pastor, em Blumenau, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina.

De acordo com informações da Polícia Militar, um homem invadiu a creche armado com uma machadinha e atacou as crianças. Após o ataque, o agressor se entregou no Batalhão da PM.

"A Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, que tem expertise na extração de dados de telefone e computadores. A gente quer identificar se tem mais algum participante. Se mais alguém participou. Como ele tramou esse plano. Onde ele obteve informações", disse o delegado-geral.

Leia mais:

"Não respondiam", conta professora de creche que tentou salvar alunos

Motoboys homenageam crianças mortas após ataque em Blumenau

Blumenau: Serviço de segurança americano soma força às investigações

exclamção leia também