28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Trafédia no Parque - 28/02/2024, 22:30 - Clara Oliveira- Atualizado em 29/02/2024, 09:36

Caso Andrei: advogado relata dificuldade para ter acesso a documentos

Defesa da vítima busca documentação inerente a instalação do parque e a autorização para a desinstalação

Acidente ocorreu em parque instalado em Cajazeiras 10
Acidente ocorreu em parque instalado em Cajazeiras 10 |  Foto: Mila Souza/ Ag. A TARDE

O caso do jovem Andrei Peroba, de 20 anos, que teve o braço amputado no dia 15 de fevereiro, após um acidente em um parque de diversões instalado no bairro de Cajazeiras, em Salvador, ganhou um novo capítulo.

De acordo com o advogado da vítima, Bruno Mauro, tem existido certa dificuldade por parte da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) em disponibilizar os documentos do parque para ele, enquanto defesa da família, mesmo solicitado no processo.

Apesar da existência da Lei de Acesso a Informações Públicas, que garante a todo e qualquer cidadão acesso a documentos públicos, o advogado relatou que até o momento não foi disponibilizada a documentação inerente a instalação do parque e a autorização para a desinstalação.

Leia Também:

Acidente no parque: jovem que perdeu braço será ouvido no HGE

Caso do parque: tia de vítima é atropelada durante manifestação

Parque: familiares de jovem que amputou o braço fazem protesto

Segundo Bruno Mauro, ele foi pessoalmente até a sede da Sedur para conseguir a documentação, mas escutou uma negativa. “Mostrei procuração e tudo mais, mesmo assim, ela [coordenadora] disse que não podia. Então ela se negou e, de forma primária, o que eu queria era exatamente saber de onde saiu a autorização para a desinstalação do parque”, afirmou a defesa da vítima ao Massa!.

O advogado aguarda retorno da Sedur para as tratativas sobre o assunto. O Portal Massa! também entrou em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, mas até o fechamento da matéria não teve resposta.

exclamção leia também