25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Vídeo - 07/05/2024, 13:46 - Da Redação

Além da filha, pastor Lucinho diz que beijava a boca do filho também

Líder religioso alegou que tinha a atitude para evitar que o filho fosse gay

Lucinho é pai de Davi Barreto, que hoje é um homem adulto
Lucinho é pai de Davi Barreto, que hoje é um homem adulto |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

O pastor Lucinho Barreto, um dos líderes religiosos da Igreja Batista Lagoninha, voltou a se envolver em mais uma polêmica por causa do comportamento dele com os filhos. Depois de afirmar durante uma pregação na igreja, em abril deste ano, que beijava a filha na boca quando criança para que fosse o primeiro homem a fazer isso, internautas resgataram um vídeo em que ele confessa que teve a mesma atitude com o filho homem, Davi Barreto, alegando que era uma maneira de evitar que ele tivesse curiosidade de se relacionar com pessoas do mesmo sexo e se tornasse gay no futuro. O pastor ainda não se pronunciou sobre a repercussão deste vídeo.

“Você é gay? Você vai ser gay sabe com quem? Comigo. Nós dois somos homens, vou beijar a sua boca. Que nós dois vamos ficar aqui dentro dessa casa, que não te largo por nada nessa vida, que vou cuidar de você, porque não te pus nesse mundo para você ser cobaia do capeta”, inicia o pastor.

Assista:

Lucinho ainda diz a idade do filho, que na época era uma criança, e alega que estava o direcionando a ser "macho": “Nós vamos virar macho nós dois, caramba! Eu e meu filhinho Davi, de 8 anos, a gente beija na boca até hoje. Esse menino vai querer beijar na boca de quem, se ele já beijou? Alguém chegar para ele e falar assim ‘dá um beijo aqui, veio’; [ele responde] ‘ih, veio, já estou beijando um homem aí, pô’”.

Repercussão negativa

O vídeo foi feito há cerca de 11 anos e viralizou nas redes sociais através da página 'O Fuxico Gospel' nesta segunda-feira (6). A cena repercutiu negativamente entre os internautas, que se revoltaram ao ouvir o discurso do pastor Lucinho.

"Que figura, né?! Ele fala todo tipo de discurso pífio, só não fala de Jesus! Depois ainda querem falar da Madonna", disparou uma moça. "O tal 'fora de contexto' que esse povo usa como justificativa é a senha pra crente cometer cada atrocidade e ainda sair como santo. Que coisa!", opinou uma mulher. "Quando a gente pensa que tá ruim, piora. Ele devia estar preso", comentou um homem.

Versão do pastor Lucinho

Até o momento, o pastor Lucinho Barreto ainda não se pronunciou sobre a declaração feita neste vídeo. Porém, quando a pregação em que ele falava sobre o hábito de beijar a filha para aumentar a autoestima da moça e impedir que outro homem fosse o primeiro a dar um beijo na boca dela, tanto o líder religioso quanto Emily Barreto alegaram que as pessoas tiraram o vídeo de contexto.

"Eu fiz um comentário brincalhão, quem me conhece no estilo de pregação sabe como é que eu sou, eu brinco, eu faço uma pregação sempre leve, alegre, mas agora estão pegando e tirando do contexto", disse ele.

Fique por dentro:

Pastor que beijou filha na boca explica que foi "inocente e puro"

Filha do pastor Lucinho grava vídeo após polêmica do beijo na infância

Maíra Cardi se retrata após defender pastor Lucinho nas redes sociais

exclamção leia também