31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Polícia em ação - 29/12/2022, 07:51 - Tabitha Gomes

Segurança é reforçada no Nordeste de Amaralina após morte de jovem

Marcelo Daniel, de 19 anos, foi baleado no último sábado (24), mas morreu na madrugada de quarta (28) no HGE

Segurança é reforçada no Nordeste de Amaralina após morte de jovem e protesto de moradores
Segurança é reforçada no Nordeste de Amaralina após morte de jovem e protesto de moradores |  Foto: Foto: Divulgação/Polícia Militar

A segurança no Complexo do Nordeste de Amaralina em Salvador teve que ser reforçada durante a madrugada desta quinta-feira (29), isso porque, após a morte do jovem Marcelo Daniel Ferreira, de 19 anos, familiares, amigos e vizinhos decidiram protestar na última quarta (28),colocando fogo em pneus e bloqueando as vias.

De acordo com a Polícia Militar, o reforço foi feito pelo Comando de Policiamento Regional da Capital (CPRC) Atlântico. Unidades territoriais e especializadas ampliaram as ações na região.

A PM informou ainda que as abordagens a carros, motocicletas, ônibus e pedestres são realizadas para evitar qualquer tipo de ação considerada proibida. A denúncia de crimes na região é realizada por meio dos telefones 190 (Centro Integrado de Comunicações - Cicom) e 181 (Disque Denúncia). O sigilo é garantido.

Protestos

As manifestações começaram o protesto pela Rua Visconde de Itaborahy. Depois, o grupo se instalou nas vias da Avenida Amaralina, na orla do bairro de mesmo nome e seguiu para a Lucaia, na entrada do Vale das Pedrinhas. O protesto foi finalizado por volta das 21h.

Os manifestantes atravessaram dois ônibus na Avenida Amaralina, além de queimarem objetos fechando a via . A manifestação aconteceu devido a indignação ao que ocorreu a Marcelo Daniel que foi internado no Hospital Geral do Estado (HGE), após ser atingido por disparos de arma de fogo no último sábado (24), no bairro do Nordeste de Amaralina. Na última quarta-feira, o jovem não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Testemunhas garantem que os disparos foram feitos pela PM.

Os jovens Marcelo Daniel e Adeilton, foram baleados e socorridos e levados para o HGE. Daiane irmã de Adeilton, afirma que ele foi atingido por quatro tiros e passou por duas cirurgias.

"Estávamos em um momento de Natal em família, nos divertindo e eles [policiais] chegaram atirando. Se não fosse o pessoal aqui, eles iriam matar meu irmão, dizer que foi troca de tiros e jogar drogas em meu irmão [para armar um flagrante]", declarou.

Leia Mais

Morre um dos jovens baleados durante ação da PM em Salvador

exclamção leia também