29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

FIM DA LINHA - 22/12/2023, 20:24 - Da Redação

PF prende comparsa de mandante de jornalista e indigenista

A prisão do indivíduo ocorreu durante uma operação nesta sexta-feira (22)

A prisão do indivíduo ocorreu durante uma operação nesta sexta-feira (22)
A prisão do indivíduo ocorreu durante uma operação nesta sexta-feira (22) |  Foto: Montagem Portal MASSA!//Reprodução/Redes Sociais//Divulgação

O segurança particular de ‘Colômbia’, investigado em inquérito policial que analisa o duplo homicídio de Bruno Pereira e Dom Phillips, foi preso nesta sexta-feira (22). O jornalista e o indigenista foram assassinados no dia 5 de junho de 2022, perto da Terra Indígena do Vale do Javari, na área da cidade de Atalaia do Norte (AM).

Na ocasião, a prisão em flagrante por porte ilegal de arma de fogo ocorreu no cumprimento do mandado de busca e apreensão na residência do investigado. Dentro da residência do investigado foi encontrada uma pistola PT 58 HC Taurus com a numeração raspada e seis munições calibre 380.

Tanto a arma quanto as munições foram apreendidas e o preso foi levado para a Delegacia da Polícia Federal em Tabatinga/AM, onde permanece disponível à Justiça Federal. O inquérito policial que apura o homicídio de Bruno Pereira e Dom Phillips contempla os indiciamentos dos executores, denunciados pelo Ministério Público Federal, e os ocultadores dos cadáveres das vítimas.

Leia mais

PF indicia ex-presidente da Funai por omissão no caso Bruno e Dom

PF aponta 'Colômbia' como autor do assassinato de Bruno e Dom

Um jornalista foi agredido por dia no Brasil em 2022

Identificado como Rubem Dario da Silva Villar, ‘Colômbia’ foi indiciado no esquema criminoso, e está preso em Manaus, por falsificação de documentos de identidade, além de ser chefe de uma organização criminosa transnacional armada.

exclamção leia também