30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Inaceitável - 30/04/2023, 10:59 - Anderson Orrico

PF abre inquérito para apurar racismo em voo da Gol

Caso aconteceu em Salvador na sexta-feira (28)

Ministérios da Igualdade Racial e Direitos Humanos acionaram a PGR
Ministérios da Igualdade Racial e Direitos Humanos acionaram a PGR |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Federal decidiu abrir um inquérito para apurar crime de racismo contra a professora negra que foi colocada pra fora de um voo da Gol por se recusar a despachar a mochila com um notebook dentro. O caso aconteceu em Salvador na sexta-feira (28).

A informação foi divulgada neste domingo (30), pela Superintendência Regional da PF na Bahia, após os ministérios da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos acionarem a Procuradoria-Geral da República na Bahia e a PF.

Leia mais:

PF obriga mulher a sair de voo da Gol e testemunha acusa racismo

A PF classificou a retirada da professora Samantha Vitena como "compulsória" e disse que a investigação se manterá em sigilo, até que tudo seja apurado.

A Gol emitiu uma nota no sábado (29) informando que Samantha colocou a bagagem em um local que empatava a passagem, o que trazia risco a segurança do voo. Testemunhas e a defesa da professora negam a informação e afirmam que a mochila foi colocada no bagageiro após ser ajudada por outros passageiros, já que a tripulação a ignorou.

exclamção leia também