30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

golpe da consulta - 20/12/2023, 13:24 - Da Redação- Atualizado em 20/12/2023, 13:43

Mulher gasta R$ 510 após médico fake diagnosticar filho com TDAH

Vítima levou o filho de 9 anos para a consulta com Fábio da Silva Saffe e encontrou ele sendo preso

Fábio da Silva Saffe, de 49 anos, atuava em uma clínica na Lapa
Fábio da Silva Saffe, de 49 anos, atuava em uma clínica na Lapa |  Foto: Divulgação / Polícia Civil | Reprodução/Redes Sociais

O médico fake, identificado omo Fábio da Silva Saffe, de 49 anos, que atuava em uma clínica na Lapa, no Centro de Salvador, fez diversas vítimas nas consultas. Uma delas revelou que teve um alto prejuízo com os serviços do homem, que diagnosticou o filho, de 9 anos, com Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH).

"Eu paguei 380 reais pelos exames e 130 reais na consulta", afirmou ela, que também explicou como conheceu os serviços do suspeito.

"Eu cheguei nele através de uma panfletagem, que estava no papelzinho, aí liguei e marquei para levar ele (o filho) para fazer [...] estavam os mesmos valores dos outros locais, porque eu fiz o favor dele, fiz as outras medicações, ele disse que lá fazia mesmo os exames, peguei e fiz os exames dele, tudo lá também na clínica", contou.

Leia mais

Homem esfaqueia companheira e comete feminicídio em Simões Filho

Mulher é morta pelo ex-companheiro na Boca do Rio

Mulher é encontrada morta em frente a cartão postal de Salvador

Na ocasião, Fábio estava se passando por um neurologista, apesar de ter o registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) de um ortopedista de São Paulo. Para ela, o falso profissional não agiu de forma suspeita nas consultas.

"Super normal, fez a avaliação nele (o filho), mandou fazer o exame, disse que os exames dele não deu nada, porque eu também não peguei os exames, não cheguei a pegar os exames, ficou tudo na mão dele, os exames que ele chegou a fazer lá", explicou ela, que teve receio em dar os medicamentos recomendados para o filho.

"O [falso] médico diagnosticou ele com TDAH. Agora, já não sei e vou ter que fazer outra consulta", expressou.

A vítima prestou queixa na delegacia, a pedido dos policiais civis, nesta quarta-feira (20). O falso doutor foi preso ainda na manhã de hoje, em flagrante, no consultório em que atuava a mais de um ano, pelas autoridades. Com ele foram encontrados centenas de fichas de atendimento, um carimbo falso, um estetoscópio e um pavilhão auricular.

exclamção leia também