26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

SEGURANÇA PÚBLICA - 02/05/2023, 17:15 - Pedro Moraes

Motoboy recebe ‘jogada’ no rosto, bate a cabeça no meio fio e morre

O caso aconteceu durante uma entrega do motoboy no bairro de Nazaré

O caso aconteceu durante uma entrega do motoboy no bairro de Nazaré
O caso aconteceu durante uma entrega do motoboy no bairro de Nazaré |  Foto: Reprodução/Redes sociais

Um homem, de 35 anos, morreu após ser agredido e acertado no rosto com uma ‘jogada’. O caos aconteceu no último sábado (29), mas a morte foi constatada nesta terça-feira (2), no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. Já o acidente de trânsito que causou a tragédia aconteceu no bairro de Nazaré.

Familiares de Renildo Rebouças Santos comunicaram, em entrevista ao portal g1, que o motoboy atuava como vendedor de uma loja na Avenida Sete e entregava pizza no turno vespertino. Ainda conforme a publicação, uma testemunha indicou que ele estacionou a motocicleta para fazer a última entrega do dia, na Rua Pedro Veloso.

Na ocasião, um motociclista, que foi apontado como morador do mesmo prédio do cliente do motoboy, compareceu ao local na contramão e derrubou o veículo do entregador. No mesmo momento, Renildo tentou levantar a moto, e o suspeito reclamou com o condutor do veículo.

Nesse momento, ele foi agredido e caiu desacordado. Essa pessoa ligou para a polícia e chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Leia Mais

Polícia prende traficante foragido e apreende arma e drogas na capital

"A gente vai ter regras", dispara Sturaro sobre atuação no Pelô

Transexual leva balaço após discussão na Bahia

“A gente só sabia que tinha sido um acidente de trânsito, mas ela [a testemunha] contou que não foi. Quando cheguei no HGE, percebi que ele estava com a boca ferida, que tinha sido agredido”, menciona a sogra de Renildo, Elisangela Nunes Mendonça.

Apesar da demora para ser atendido, a vítima já chegou no HGE inconsciente. Neste domingo, a unidade de saúde comunicou à família que tinha aberto o protocolo de morte cerebral. Renildo deixa a esposa e um filho de três anos.

Responsável por investigar o caso, a Polícia Civil da Bahia (PC-BA) informou que o caso é apurado pela 1ª DT/Barris, responsável pela realização de depoimentos de testemunhas.

exclamção leia também