27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Esculachou - 30/10/2023, 12:57 - Da Redação- Atualizado em 30/10/2023, 13:23

Mãe de cantora gospel detona o ex-genro e o acusa de crimes: "Monstro"

Ederlan Mariano teria confessado o assassinato de Sara Mariano, ex-esposa

Sara Mariano e Ederlan Mariano
Sara Mariano e Ederlan Mariano |  Foto: Reprodução/Redes Sociais Grassi

Dolores Freitas, mãe da cantora gospel Sara Mariano, encontrada morta na sexta-feira (27), detonou o ex-marido da filha, que teria confessado à polícia ter tirado a vida da vítima. Ederlan Mariano teve prisão preventiva solicitada pela Polícia e já levantava suspeitas da sogra.

"Ele era um monstro e veio à tona tudo que Deus me revelou! Ele tirou a vida da minha filha e foi um homem calculista e frio, tudo que ele fez, ele escondeu. Até mesmo comigo ele ficava 'minha sogra, minha sogra'. Eu nunca gostei de ouvir a voz desse homem", lamentou a mãe de Sara em entrevista à TV Bahia.

Segundo a mãe da cantora, Ederlan sempre se mostrou uma pessoa de má índole e já havia até se envolvido numa situação de furto dentro da própria família de Sara, que nunca aprovou o relacionamento com ele por diversas posturas inadequadas e violentas contra a ex-esposa.

"Ele conheceu a minha filha pela internet, que tinha um noivado e acabou com esse noivado para ficar com essa alma sebosa. Então, quando ele veio para Fortaleza conhecer a gente, a primeira surpresa que ele fez foi um roubo de R$ 1500 do meu genro que estava guardando o dinheiro no paletó dentro do guarda-roupa. Ele cinicamente negava, então quem saiu de mentirosos fomos nós. Deus sempre me mostrou que esse homem era um malfeitor, ele era o homem que ia tirar a vida da minha filha", garantiu.

De acordo com Dolores, Sara já havia admitido há vários meses que Ederlan a agredia. Ela afirma que a filha revelou ter algo "muito sério" para dizer, mas não teve tempo suficiente para conversar novamente com a mãe.

"Olha, verdadeiramente, ela veio confessar pra mim a partir do dia 13 de maio. Eu tenho tudo confirmado no celular do meu marido. Na última conversa que tive com ela, na segunda-feira, ela disse 'mãe, eu tenho algo muito sério pra falar com a senhora, mas não posso falar agora, depois eu falo'. Aí na terça-feira, eu disse assim 'Sara, minha filha, até agora você não me respondeu, fale comigo, diga o que era que você queria falar comigo'. Tenho certeza que aquele áudio quem visualizou foi aquele infeliz, não foi a minha filha. Ele que olhou e não respondeu mais", disse.

Questionada se o crime poderia ter motivação financeira, Dolores disse que o ex-marido da filha já havia tentado roubar o próprio pai, o embebedando, e que ainda teria o ameaçado de morte ao ser descoberto. A mãe de Sara ainda revelou que ela tinha R$ 20 mil guardados.

exclamção leia também