27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Pau pra tudo quanto é lado - 17/12/2022, 16:02 - Pedro Moraes

Empresário bêbado dispara socos e xinga policial: “Pega no meu p*”

O comerciante estaria embriagado e agrediu verbalmente os agentes da Polícia Civil

O comerciante estaria embriagado e agrediu verbalmente os agentes da Polícia Civil
O comerciante estaria embriagado e agrediu verbalmente os agentes da Polícia Civil |  Foto: Divulgação

Um empresário, de 33 anos, foi preso depois que ‘pegou ar’ e espancou um motorista por aplicativo na madrugada deste sábado, 17. O acusado chegou inclusive a xingar os policiais que se deslocaram até o local e deram voz de prisão em flagrante após o ato. Isso porque ele teria resistido à prisão, quando desacatou agentes civis e rolou no chão em uma briga com agentes.

De acordo com a polícia, ele só ficou contido após ter uma grande quantidade de spray de pimenta aplicada contra seu rosto. Toda a confusão começou no momento em que o empresário e seu irmão chamaram o motorista por aplicativo.

Na oportunidade que o profissional chegou ao local, acabou relatando que iria recusar a corrida devido ao fato de estarem bêbados. Como reação, o empresário, dono de uma loja de conveniência na Asa Norte, em Brasília, questionou se o motorista já teria em algum momento da vida “levado um soco na cara”.

Foi aí que o agressor tentou colocar o motorista para fora do próprio carro pela janela da frente e iniciou uma sequência de socos no trabalhador. Para o local, uma equipe da Polícia Militar deu voz de prisão ao empresário. Ele, já alterado, se negou a ser algemado e teve que ser imobilizado.

Leia Mais

Garotinha homenageia irmão morto pela PM durante blitz

Bandidos roubam grande de lotérica no sul da Bahia

PMs sofrem acidente após colisão de caminhão com viatura

Já na confirmação do flagrante na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), o empresário rejeitou entregar seus dados aos policiais. Totalmente transtornado, o agressor xingou todos os agentes e delegados de adjetivos como “otários”, “palhaços” e “filhos da puta”. Nesse momento, o empresário se recusou a ir para a cela.

Em outro momento, dentro da cela, ele soltou a seguinte frase: “pegar no p* dele.” Durante o depoimento do motorista agredido, ele entregou desmaios e convulsões por causa dos socos que levou no rosto dados pelo agressor.

Por fim, a vítima precisou ser transportada para o Hospital de Base. Ainda conforme o site Metrópoles, o delegado estipulou fiança no valor de R$10 mil para a liberação.

exclamção leia também