27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

A maior saudade - 17/12/2022, 16:00 - Da Redação- Atualizado em 17/12/2022, 16:39

Garotinha homenageia irmão morto pela PM durante blitz

A irmã de Marcelo Felipe Santos emocionou a todos durante solenidade de formatura

“Queria muito que ele tivesse aqui comigo hoje”, disse a menina
“Queria muito que ele tivesse aqui comigo hoje”, disse a menina |  Foto: (Reprodução/Redes sociais)

Tudo transcorria dentro da normalidade de uma cerimônia comum de formatura infantil, até que uma das formandas, quando chamada, entrou pela passarela principal com um balão em formato de estrela. Na cor cinza, o balão trazia escrito o nome Marcelinho, apelido do seu irmão mais velho, morto por policiais militares na noite de 1º de abril deste ano, durante uma operação do Pelotão Asa Branca, em Feira de Santana.

A homenagem se configurou também em um clamor por justiça, já que a família luta para que o caso seja devidamente apurado e os responsáveis penalizados. “Marcelinho era meu irmão, ele foi morar com Deus e, agora, virou uma estrelinha que brilha lá no céu”, disse a formanda de apenas 6 anos de idade. “Queria muito que ele tivesse aqui comigo hoje”, completou.

Vestida de preto, simbolizando o luto que ainda vive, a mãe da formanda e do jovem morto pela polícia reafirmou o discurso da filha: “Era pra Marcelinho está aqui vivenciando essa realização com a gente, mas infelizmente a PM destruiu nossas vidas! Tive que encontrar muita força pra realizar o sonho da minha filha que fez essa homenagem pra seu irmão”, disse a mãe.

Leia mais:

Homem tenta matar mulher ao achar 'contatinho' no celular

PMs sofrem acidente após colisão de caminhão com viatura

“Quero justiça, Marcelinho foi assassinado de forma cruel, perversa e covarde por aqueles que deveriam protegê-lo. Sei que nada vai trazer meu filho de volta, mas não posso permitir que a imagem dele seja suja, justamente, por quem deveria protegê-lo”, disse com os olhos cheios de lágrimas

A investigação, que apura a conduta dos policiais na ação que terminou com a morte de Marcelo Felipe Guerra dos Santos (nome de Marcelinho), segue em segredo de justiça.

exclamção leia também