29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

LARGOU O DOCE - 04/12/2023, 16:47 - Da Redação

Destemido? Thiago Brennand admite estupro: “Fiz à força”

O empresário Thiago Brennand teve uma conversa gravada em setembro de 2021

O empresário Thiago Brennand teve uma conversa gravada em setembro de 2021
O empresário Thiago Brennand teve uma conversa gravada em setembro de 2021 |  Foto: Reprodução/Redes sociais

Acusado de estupro, o empresário Thiago Brennand acabou ‘metendo os pés pelas mãos’ após ter uma conversa gravada por uma das vítimas em setembro de 2021. Réu em vários processos por estupro e agressão, ele está preso no Centro de Detenção Provisória (CDP0 em Pinheiros (SP).

Em um dos áudios, Brennand diz: "Eu fiz à força e com raiva, não fiz?", questionou à mulher. A vítima, dessa maneira, frisou: "Fez". "E você dizendo 'não, não', eu fiz com raiva. Beleza. Tá certo. Eu assumo", reforçou.

Identificada como “K.”, a produtora pernambucana radicada nos Estados Unidos conheceu o empresário por meio das redes sociais em julho de 2021. Um mês depois, ela embarcou para São Paulo, com passagens compradas pelo empresário. Foi naquele momento que os dois se conheceram pessoalmente pela primeira vez.

Após agredir uma mulher na academia Bodytech do Shopping Iguatemi, em São Paulo, em agosto do ano passado, diversas acusações surgiram contra Brennand. Sendo assim, o Ministério Público reabiru o caso de K., com novas provas.

Leia mais

Toffoli nega suspensão de processo contra Thiago Brennand

Thiago Brennand vira réu em novo processo e tem sexta prisão decretada

“Preso por vontade própria”, afirma playboy suspeito de estupro

No decorre da conversa gravada, ele garante que a agrediu e afirma que usou a força para fazer sexo anal com ela. Confira:

Brennand: Na hora que você disse "não", eu te ameacei e disse que ia te quebrar?

K.: Não.

Brennand: Outra coisa, por exemplo, eu botei uma arma na sua cabeça?

K.: Não.

Brennand: Pois é, mas eu fiz à força e com raiva, não fiz?

K.: Fez.

Brennand: E você dizendo "não, não", eu fiz com raiva. Beleza. Tá certo. Eu assumo.

Em outro momento, o diálogo aparentou ser exercido em tom mais tranquilo.

K.: Posso falar uma coisa de verdade para você, do fundo do meu coração, e que você não fique bravo?

Brennand: Pode.

K.: Você promete nunca mais bater em mim?

Brennand: Prometo. Dou minha palavra. Dou minha palavra. Na frente de quem quiser aí.

K.: Não, não quero que ninguém fique sabendo que você bateu em mim.

Brennand: Mas eu quero. Eu faço questão. Não quero sair daí [Recife] com a coisa suja, não. Quero conversar com quem fez o BO quero dizer o que houve. Quero "come clean" [esclarecer].

Brennand: Você há de convir, por exemplo, eu faria em algum momento da minha vida sexo não consensual, com uma mulher?

K.: Acho que não, mas... o que nós fizemos lá, aquele dia, eu pedi várias vezes para parar porque eu não estava aguentando de dor, lembra disso, depois que você me bateu?

Brennand: Você está confundindo as bolas. Uma coisa é você estar com dor no sexo anal, outra coisa é uma pessoa estar fazendo sexo não consensual. Presta atenção no que você diz, porque é perigoso o que você diz.

exclamção leia também