27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Combate ao crime organizado - 13/03/2024, 06:29 - Silvânia Nascimento - Atualizado em 13/03/2024, 09:58

Cerco contra facções: Ficco pode ser ampliada pro Sul da Bahia

Operação integrada está a um passo de chegar na cidade de Ilhéus

Ficco tem a missão de encurralar as facções criminosas
Ficco tem a missão de encurralar as facções criminosas |  Foto: Ilustrativa | Alberto Maraux

Implementada em Salvador no mês de agosto de 2023, a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) poderá ser ampliado para a cidade de Ilhéus, no Sul da Bahia.

Leia mais:

Líder de facção de Feira tomba em Aracaju, onde se escondia em 3 casas

"Pra gente, a Ficco é um case de sucesso, tanto é que já temos tratativas com a Polícia Federal de Ilhéus, com a Polícia Militar e o Comando Regional do Sul, pra levar a Ficco pra lá, Local que a gente entende que atuação da Ficco tem muito a contribuir", revelou o secretário da SSP, Marcelo Werner em entrevista ao portal Massa!.

No entanto, conforme apurado pelo MASSA!, embora a SSP-BA tenha interesse em ampliar a operação, para que isso aconteça é necessário que o Ministério de Justiça e Segurança Pública (MJSP) autorize.

Lançada pela SSP da Bahia em parceria com a Polícia Federal, a Ficco é a integração das forças de segurança em operações específicas que têm como finalidade fechar o cerco contra líderes e integrantes de facções criminosas.

Vale lembrar que no dia 7 deste mês, Mário Sérgio de Jesus, o 'Gango', 'cabeça' de uma organização criminosa com atuação na cidade de Feira de Santana, morreu durante confronto com integrantes da Ficco, em Aracaju, capital de Sergipe.

"A gente trabalha junto, a gente usa um esforço para isso. E, a partir da Ficco, a gente já conseguiu ter ótimos resultados como prisões de lideranças foragidas, inclusive, em outros estados do país", lembrou Werner.

exclamção leia também