31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

MIGUÉ BRABO - 22/03/2024, 14:23 - Da Redação- Atualizado em 22/03/2024, 14:49

Amante fingiu ser parente de homem para matar catequista em Sussuarana

Ex-marido da catequista levou a amante para dentro de casa alegando ser parente

Os dois suspeitos da morte da catequista foram presos nesta quinta-feira (21)
Os dois suspeitos da morte da catequista foram presos nesta quinta-feira (21) |  Foto: Montagem Portal MASSA!//Reprodução/Redes Sociais

O adeus de Maria Georgete Rebelo deixou familiares abalados. Ao mesmo tempo, a Polícia Civil da Bahia (PC-BA) investiga as motivações e todas as demais circunstâncias do crime. Os dois suspeitos do assassinato foram presos nesta quinta-feira (21), após 15 dias do fato ocorrido na casa da catequista, localizada no bairro de Sussuarana, em Salvador.

Antes da morte, uma das pessoas suspeitas, a amante Caliane Santos de Aquino, recebeu acolhimento no palco do crime. Isso porque o também suspeito, Cláudio Costa da Conceição, a apresentou como parente dele, sob a justificativa de que a moça precisava de cuidados, pois estaria doente.

Como resultado, Caliane foi apontada como a executora do homicídio da vítima de 64 anos de idade.

Leia mais

Guarda municipal mata a esposa e tira a própria vida após discussão

Casal suspeito de matar professora em Sussuarana é preso

Amante não tem lar

O ex-marido de Maria tinha o hábito de levar outras amantes para dentro do imóvel onde o casal morava. A maioria das vezes ocorreu enquanto a professora de catequese ficou uns dias na casa da filha, nos primeiros meses deste ano.

Motivação

A PC-BA relatou que o crime foi motivado por ciúmes e ambição, uma vez que o marido ficaria com a herança dos bens da catequista após a morte. O valor do recurso, no entanto, não foi detalhado pela corporação.

exclamção leia também