29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Ferrou pro PL! - 25/11/2022, 19:08 - Cássio Moreira - Atualizado em 25/11/2022, 20:59

Xandão exclui PP e Republicanos e joga multa no colo do PL

Presidente do TSE modificou a punição do pagamento da multa de R$ 22 milhões, antes delegada à coligação, e determinou que partido de Bolsonaro pague

Partido do presidente tem uma bomba na mão
Partido do presidente tem uma bomba na mão |  Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, resolveu excluir o PP e o Republicanos, partidos que formaram a coligação de apoio ao presidente Jair Bolsonaro durante a eleição presidencial, do pagamento da multa de R$ 22,9 milhões por acionar a Justiça Eleitoral para anular os votos de determinados modelos de urnas eletrônicas no segundo turno.

"Ambos os partidos - Progressistas e Republicanos - afirmaram, expressamente, que reconheceram publicamente por seus dirigentes a vitória da Coligação Brasil da Esperança nas urnas, conforme declarações publicadas na imprensa e que, em momento algum, questionaram a integridade das urnas eletrônicas, diferentemente do que foi apresentado única e exclusivamente pelo Partido Liberal", afirmou o presidente na decisão.

Leia mais

Moraes multa coligação de Bolsonaro em R$ 22,9 milhões

Desde a derrota de Bolsonaro, o PL, na figura do seu 'dono', Valdemar Costa Neto, e aliados de primeira hora do chefe do Planalto tentam anular o processo eleitoral que culminou na vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Além da multa, a sigla bolsonarista ainda está com os recursos bloqueados.

exclamção leia também