25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Eu não sou de baixar a cabeça pra ninguém.... - 25/10/2022, 12:33 - Everton Santos- Atualizado em 25/10/2022, 13:05

Sessão na Câmara de Feira acaba com cenas lamentáveis entre vereadores

Vídeo mostra momento da confusão

Vereadores protagonizaram cenas lamentáveis na Câmara
Vereadores protagonizaram cenas lamentáveis na Câmara |  Foto: Reprodução

Clima tenso entre os brothers! A sessão desta terça-feira (25) na Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS) teve de tudo. Protestos, suspensões e até cenas lamentáveis envolvendo parlamentares.

A sessão já tinha um clima tenso já que havia servidores de empresas terceirizadas da Prefeitura Municipal no local, cobrando o pagamento de salários atrasados.

Em um vídeo, que circula nas redes sociais, é possível ver o momento em que o vereador Lulinha (UB) segura o braço do parlamentar Pedro Cícero (Cidadania) e o agride. Nesse momento algumas pessoas se aproximam para intervir na situação.

Pedro Cícero

O Massa! entrou em contato com os envolvidos na confusão. O vereador Pedro Cícero afirmou que estava filmando uma conversa do parlamentar Zé Carneiro (UB) com a diretora da APLB, quando Lulinha tentou "jogar o vereador contra ele" insinuando que ele iria postar o vídeo em redes sociais para causar uma exposição.

"O vereador Luiz Augusto (Lulinha) disse que eu estava gravando o vídeo para expor o vereador Zé Carneiro. nesse momento eu peguei ele pelo jaleco e chamei ele pra conversar e explicar a situação melhor. Ele então me agrediu com socos. É uma falta de respeito da atitude de Lulinha, ele foi eleito para trabalhar pelo povo".

Cícero ainda se queixou do prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), ao afirmar que ninguém da cidade aguenta mais a gestão do mandatário.

Lulinha

Já o vereador Lulinha, que aparece no vídeo agredindo Pedro Cícero, afirma que a confusão na Câmara ocorreu devido a um projeto que já era pra ter sido votado e que a base do governo vem cobrando para que ocorra a votação na Casa.

"O vereador Pedro Cícero ficou nervoso, acostumado a ir lá algumas entidades que só criticar a gente que é do lado do governo, e dessa vez tava cobrando todo mundo. Ele se irritou mais cedo, me deu tapas nas costas. E ficou provocando, falando no meu horário. Ele filmou o vereador Zé Carneiro conversando com Marleide (presidente da APLB) e eu avisei que ele tava filmando, foi então que ele pegou minha gravata e saiu puxando e eu segurei a gravata na parte do nó e com a outra mão eu bati pra ele soltar a gravata. Ele tá procurando problema e eu tenho me segurado, não sei até quando, devido a essas ofensas".

Lulinha afirmou que vai analisar os próximos passos e espera que a corregedoria tome providências.

Silvio Dias - vice-presidente da Câmara

O portal entrou em contato também com vereador Silvio Dias (PT), vice-presidente da Câmara, que afirmou que a sessão desta terça-feira já havia sido encerrada "já que o ambiente estava muito exaltado", mas que "não visualizou o início dessa confusão".

Dias disse ainda que "a Corregedoria da Casa estava presente e vai analisar a situação. Existe um tramite de regimento interno". "Particularmente acho que cabe uma análise por parte da diretoria", destacou o petista.

exclamção leia também