27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Fim do mistério! - 11/06/2024, 10:55 - Da Redação

PF diz que Adélio não teve ajuda em facada contra Bolsonaro

Caso foi arquivado já que não existe ninguém para ser indiciado

Adélio já foi julgado e condenado pelo crime
Adélio já foi julgado e condenado pelo crime |  Foto: Divulgalção/Polícia Federal

De acordo com um segundo inquérito da Polícia Federal, Adélio Bispo agiu por conta própria ao esfaquear o então candidato à presidência da República Jair Bolsonaro, durante um durante evento de campanha eleitoral em Juíz de Fora, em Minas Gerais, em setembro de 2018.

Os investigadores concluíram que o ataque não teve participação de outra pessoa, nem um mandante.

À época, Bolsonaro ficou estado grave e teve que ser levado às pressas para a Santa Casa de Misericórdia da cidade e passou por cirurgias. O ex-presidente ficou com sequelas e constantemente sofre com problemas intestinais por causa da agressão sofrida.

"Durante as diligências, foram cumpridos mandados de busca e apreensão para nova análise de equipamentos eletrônicos e documentos. Outros possíveis delitos foram descobertos, relacionados a um dos advogados de defesa do envolvido no ataque, mas sem qualquer ligação com os fatos investigados", informou a PF.

Leia também: Polícia descobre nova joia negociada por ajudantes de Bolsonaro

Após o primeiro inquérito apontar que Adélio havia sozinho no ataque, o caso foi reaberto no governo Bolsonaro após pedido do Ministério Público Federal (MPF). O caso foi arquivado já que não existe ninguém para ser indiciado.

exclamção leia também