26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Desdobramentos - 04/08/2023, 13:58 - Agencia Brasil - Atualizado em 04/08/2023, 14:08

Operação vai à caça de acusados de participação na morte de Marielle

Central clandestina de TV a cabo seria operada por Maxwell Simões

Ex-bombeiro Maxwell Simões, conhecido como Suel, é acusado de participar do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, em março de 2018
Ex-bombeiro Maxwell Simões, conhecido como Suel, é acusado de participar do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, em março de 2018 |  Foto: Fernando Frazão /Agência Brasil

Operação do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e da Polícia Federal (PF) cumpre nesta sexta-feira (4), mandados de prisão e de busca e apreensão em esquema de distribuição de sinal de TV a cabo clandestina. De acordo com o MPRJ, o responsável pela central irregular, comumente chamada de gatonet, é o ex-bombeiro Maxwell Simões, conhecido como Suel.

O ex-bombeiro foi preso no dia 24 de julho deste ano, acusado de participar do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, em março de 2018.

Segundo investigações da Polícia Federal, com base na delação premiada do ex-policial militar Élcio Queiroz, um dos acusados de matar a vereadora e seu motorista, Suel teria participado da preparação para o homicídio e da ocultação das provas do crime.

A operação desta sexta-feira é realizada pelo Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado e pela Coordenadoria de Segurança e Inteligência, ambos do MPRJ, além da PF.

Considerando que o processo ainda está sob sigilo, não é possível fornecer outras informações”, diz nota do MPRJ.

exclamção leia também