29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Exclusivo! - 09/01/2023, 15:57 - Cássio Moreira

"Minoria violenta", detona Alden após atos terroristas em Brasília

Bolsonarista, deputado federal eleito pede que gesto não generalize direita conservadora

Capitão Alden (PL) repudia atos de vandalismo em Brasília
Capitão Alden (PL) repudia atos de vandalismo em Brasília |  Foto: Divulgação/Alba

Aliado de primeira hora do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o deputado estadual Capitão Alden (PL), eleito deputado federal no pleito de outubro, condenou os ataques promovidos por apoiadores do ex-chefe do Planalto em Brasília, no domingo (8).

Em conversa exclusiva com o Portal Massa!, Alden se referiu aos grupos como uma "minoria violenta" que não entende que um dos pilares do conservadorismo é o respeito ao patrimônio. Durante os ataques, os radicais invadiram até mesmo o prédio do Supremo Tribunal Federal (STF), arrancando a porta do gabinete do ministro Alexandre de Moraes, popularmente chamado de 'Xandão'. Alden ainda disse que é preciso ter cautela para não generalizar os bolsonaristas.

"Não generalizar é preciso. Uma minoria violenta, que não entende que um dos maiores valores do conservadorismo é o respeito ao nosso patrimônio, não pode ser colocada como exemplo daqueles que defendem a nossa pátria", começou o parlamentar, que ainda cobrou punição da Justiça e lembrou dos atos que ocorreram contra a então presidente Dilma Rousseff.

"Sejam os infiltrados ou aqueles que foram vítimas de 'lavagem cerebral' de oportunistas, cobramos da Justiça punição.Sempre combatemos este comportamento, desde o 'Fora, Dilma, e não será agora que iremos concordar com essas práticas", continuou.

"Não podemos e não vamos nos igualar a aqueles que afirmaram que iam “tomar” o poder", completou o deputado.

exclamção leia também