31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Eleições 2022 - 31/10/2022, 17:14 - Pedro Moraes

Major Denice afirma que deputada sofreu ato de misoginia

A policial militar e psicóloga brasileira filiada ao PT apontou que Olívia Santana não teve seu direito respeitado

A policial militar e psicóloga brasileira filiada ao PT apontou que Olívia Santana não teve seu direito respeitado
A policial militar e psicóloga brasileira filiada ao PT apontou que Olívia Santana não teve seu direito respeitado |  Foto: Foto: Divulgação

No dia do segundo turno das eleições de 2022, no último domingo, 30, a deputada estadual Olívia Santana foi acusada de realizar boca de urna ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e, por essa razão, foi repreendida por policiais militares. Um vídeo viralizou nas redes sociais, onde ficou explícito o tratamento interferente dos agentes.

Com relação ao caso, a major Denice Santiago explicou que, por meio das imagens, ficou constatado atos de desrespeito à figura feminina por meio da demonstração de misoginia.

“Eu discuto a técnica, o profissionalismo e a misoginia. Foi uma mulher ali, que foi desrespeitada, para além da condição de parlamentar dela, foi essa mulher que não teve o seu direito legal, constitucional, de manifestar individualmente a sua ideia (...) Ali, vimos claramente um ato, pelo menos a partir das imagens e do vídeo registrados, o desrespeito, a mulheres negras, e isso é inadmissível”, explicou a major.

Apesar do repúdio aos gestos dos policiais militares, ela ressaltou que as abordagens não são ensinadas no ambiente interno da corporação.

“Eu tenho certeza que essa não é uma prática que é propaganda, ensinada na Polícia Militar da Bahia. Eu sou policial militar, vim deste lugar e não aprendi isso na escola. Acredito que o nosso comandante geral deve estar acompanhado este caso com carinho e cuidado que ele tem com todo cidadão e cidadã, e vai promover o que deve ser feito naquele momento”, finalizou.

exclamção leia também