27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

INTERESSE VALIOSO - 25/03/2024, 19:29 - Da Redação

Disputa por lotes de terra gerou morte de Marielle; entenda

O pagamento partiria dos irmãos Brazão, conforme delação do ex-PM, Ronnie Lessa

O pagamento partiria dos irmãos Brazão, conforme delação do ex-PM, Ronnie Lessa
O pagamento partiria dos irmãos Brazão, conforme delação do ex-PM, Ronnie Lessa |  Foto: Evaristo Sá/AFP

Após abrir o ‘bico’, o ex-policial militar do Rio de Janeiro, Ronnie Lessa, disse à Polícia Federal (PF) que ele e o sargento reformado da Polícia Militar, Edmilson Macalé, teriam um retorno financeiro alto pela morte da vereadora Marielle Franco. A recompensa seria uma “grande extensão de terras”.

Tanto Lessa quanto Macalé são suspeitos de assassinarem a vítima, além do motorista dela, Anderson Gomes, no dia 14 de março de 2018. O ex-PM teve a delação homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na semana passada.

Segundo ele, os irmãos Domingos e Chiquinho Brazão, suspeitos de serem os mandantes do crime “estavam planejando invadir para promover o parcelamento do solo para posterior revenda dos lotes”.

Leia mais

“Dia de reparação”, brada deputada sobre prisões por morte de Marielle

PGR pede indenização de 3 milhões por vítimas do caso Marielle

Morte Marielle: STF forma maioria dos votos pra manter trio preso

Informações divulgadas pela CNN Brasil apontaram que, conforme a delação, as terras, devido às dimensões, “se tratavam de uma empreitada milionária”.

Os loteamentos seriam conquistados por invasão e grilagem de terras. No geral, seriam duas extensões, cada uma com mais de 150 mil m², no bairro de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

exclamção leia também