31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

QUE SITUAÇÃO - 30/10/2022, 15:07 - Pedro Moraes

Coligação de Lula cobra prisão de policial federal na Bahia

Agentes da PRF têm impedido deslocamento de eleitores e paralisado veículos com adesivo petista, de acordo com documentação

Agentes da PRF têm impedido deslocamento de eleitores e paralisado veículos com adesivo petista, de acordo com documentação
Agentes da PRF têm impedido deslocamento de eleitores e paralisado veículos com adesivo petista, de acordo com documentação |  Foto: Foto: Divulgação/PRF

Nas primeiras horas deste domingo, 30, a Coligação Pela Bahia, Pelo Brasil (PT, PC do B e PV) acionou a Justiça com um pedido de prisão do superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Estado da Bahia.

Além disso, o coletivo político também solicita uma autuação em flagrante de agentes da PRF. Tudo isso porque agentes da PRF têm atuado para barrar o deslocamento de eleitores com adesivos do PT.

A situação abrange tanto o aspecto de pedestres quanto de motoristas de veículos de partidos coligados. O pedido se baseia em denúncias documentadas, com fotos e gravações, adquiridas na manhã deste domingo, 30.

Os municípios que sediaram as denúncias foram: Simões Filho, Jacobina e Ubaitaba. Um vereador do município, Nirlen Rafael Ferreira de Souza, entrou no radar dos agentes.

Em seguida, ele enfatizou que “a PRF montou uma barreira, na altura de Ubaitaba, onde paralisou "todos os veículos, públicos e particulares, em uma suposta fiscalização de transporte de eleitor”.

O senador reeleito Otto Alencar (PSD) também passou por uma estrada nordestina. Segundo ele, todos os carros com adesivo do "13", número do candidato à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foram paralisados, em contrapartida aos com adesivos em alusão ao atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

"Polícia Federal, qualquer órgão que é pago pelo contribuinte, ele existe para ter imparcialidade. Não pode um órgão como a Polícia Federal, senhor diretor da Polícia Federal, se colocar a favor de um candidato, como estão fazendo abertamente a favor de Jair Bolsonaro, um genocida. Respeite a população, tratem todos iguais", enfatizou.

Por causa das ocorrências, a coligação entrou com ação, no interno no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), uma vez que “sejam implementadas as medidas concretas” pela Justiça, “determinando que a Polícia Federal autue em flagrante os agentes da PRF autores da ação, por descumprimento de ordem judicial do TSE, bem como do superintendente do órgão na Bahia, por ser medida necessária para garantir o livre exercício do sufrágio”, enfatiza o pedido.

exclamção leia também